23 de Março de 2019 |
Última atualização :
Comentamos
Jovem negro não teve chance. Foi morto por segurança com um mata leão
22/04/2008
Brasil terá 1º negro no Hipismo
S. Paulo – O Brasil terá pela primeira vez um negro disputando as Olimpíadas de Pequim, no Hipismo, esporte considerado de elite. O cavaleiro Rogério
Redação

S. Paulo – O Brasil terá pela primeira vez um negro disputando as Olimpíadas de Pequim, no Hipismo, esporte considerado de elite. O cavaleiro Rogério Silva Clementino, 26, medalha de bronze por equipe no Adestramento no Pan-americano, entrou para a história do hipismo brasileiro ao conquistar a vaga entrou para a história do hipismo nacional como o primeiro cavaleiro negro a participar dos Jogos Pan-americanos. Foi no Pan do Rio, em 2007, onde conquistou a Medalha de Bronze por Equipe no Adestramento, modalidade que estreou em pista em 2006. Também é a primeira vez que um cavaleiro negro integra uma equipe brasileira de hipismo e participa no Adestramento na história das Olimpíadas. A confirmação da vaga aconteceu na última sexta-feira (18/04), no Clube Hípico de Santo Amaro, quando Clementino ultrapassou o índice de 64% numa das notas de dois juízes internacionais, montando o cavalo Nilo V.O., da raça Puro Sangue lusitano, de propriedade de Victor Oliva, da Coudelaria Ilha Verde, de Araçoiaba da Serra, cidade da região metropolitana de S. Paulo. Na seletiva anterior ele havia atingido 68% e 66%. Para entrar numa Olimpíada, o regulamento exige que o índice seja alcançado em duas das cinco seletivas. História de superação Rogério Clementino nasceu em Ivinhema, Mato Grosso do Sul e começou a montar cedo. De família humilde, foi peão de fazenda e rodeio, onde também montou em touros. Há sete anos, foi trabalhar no haras de Oliva, empresário que já foi considerado o “rei da noite paulistana”, ex-marido da jogadora Hortência, da seleção brasileira de basquete. Oliva apostou no potencial do cavaleiro e ofereceu a infra-estrutura necessária para transformá-lo em um atleta de ponta. Entre as vitórias conquistadas por Clementino está a medalha de bronze por equipe no Pan do Rio e os títulos de campeão Brasileiro Sênior 2006 e Campeão Brasileiro Sênior Top em 2007. O adestramento clássico é um esporte que se originou no século XVI, na Itália, à época do Renascimento e foi a primeira modalidade hípica nos Jogos Olímpicos, desde 1.912, em Estocolmo, na Suécia. No Brasil, o esporte passou a se desenvolver a partir de 1922, quando da vinda da Missão Militar Francesa, e se tornou esporte oficial em 1.941 com a fundação da Confederação Brasileira de Hipismo, com sede no Rio de Janeiro. É praticado, especialmente em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul. Quem é FORMAÇÃO PROFISSIONAL COMO EQUITADOR: • Iniciou como equitador com o cavaleiro leandro Silva, primeiro cavaleiro a montar um cavalo Puro Sangue Lusitano em Jogos Pan-americanos, em 2003, no Pan de Santo Domingo. • Foi aluno de Adestramento de Rosangele Riskalla, Infrid Troyko, Eric Lett – técnico da equipe brasileira no Pan do Rio. • Atualmente faz clínicas mensais com Johan Zagers, treinador alemão e Campeão Europeu de Adestramento que vem mensalmente ao Brasil ministrar aulas para os ginetes da Coudelaria Ilha Verde. • Fez cursos de Equitação de Trabalho – modalidade onde conquistou vários títulos. • Passou uma temporada em Portugal participando de cursos de aperfeiçoamento e de apresentação de animais à mão em pista. TÍTULOS MAIS RECENTES: *Campeão Brasileiro Sênior de Adestramento em 2006 * Campeão Brasileiro Sênior Top de adestramento em 2007 * Medalha de Bronze por Equipe nos Jogos Pan-americanos de 2007
Artigos Relacionados
Diante do silêncio e perplexidade, saída é a luta contra reforma da Previdência
Carrefour paga pela cadela Manchinha, o que nega à vítimas de discriminação
No Brasil e no mundo, só uma pergunta: quem mandou matar Marielle Franco?
Jovem negro morto por segurança do Extra estava a caminho de clínica para se tratar
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados