8 de Agosto de 2020 |
Última atualização :
Comentamos
Ativista negra se declara inocente e acusa justiça seletiva
15/09/2015
Só faltam 3 dias para você participar da campanha do Quintal de Iaiá
Da Redação

S. Paulo – Com um repertório que inclui os maiores compositores da música brasileira, tais como Jorge Benjor, Tim Maia, Caetano Veloso, além de talentos da nova geração como Criolo, Roberta Sá e Céu, o dueto Quintal de Iaá se prepara para lançar o primeiro CD.

Para tornar o projeto possível, Iara Viana e Laura Guimarães se lançaram a campo e estão em campanha para levantar o dinheiro necessário – R$ 23.104,00 -, por meio de crowfunding (financiamento coletivo), do site Catarse.

A campanha irá até esta sexta-feira (18/09) e quem quiser colaborar pode fazê-lo a partir de R$ 20,00 entrando no site (www.catarse.me/quintaldeiaia). Do dinheiro arrecadado R$ 20 mil irá para o disco e o restante para o Portal de financiamento coletivo.

O disco será gravado pelo estúdio Arsis, o mesmo em que já gravaram Chico César e Fabiana Cozza, além do Trio Corrente, que ganhou o Grammy.

Quem são

O Quintal de Iaiá é um projeto idealizado pela violonista e compositora Laura Guimarães e pela cantora e intérprete Iara Viana. As duas se conheceram em 2006, na Universidade de São Paulo, na Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas (FFLCH), onde cursavam Letras.

Com um vasto repertório, Laura e Iara se apresentam pelos palcos da capital paulista desde 2007, atingindo grande diversidade de público. As musicistas já se apresentaram em diversas casas noturnas, espaços culturais e eventos variados pela cidade, tais como: Memorial da América Latina, OCA (Parque do Ibirapuera), Kabul, Quintal 251, Bargaça Vila Madalena, Magnólia, Umbabarauma,  Casa das Rosas, Universidade de São Paulo (WoodstECA e outros Festivais), além de eventos empresariais e festas fechadas.

Na maioria dos shows, o projeto conta com o acompanhamento dos músicos : Vanessa Ferreira (baixo) e Bruno Hernandes (bateria). O show do Quintal de Iaiá dá vida a grandes ritmos da cultura popular brasileira, como o samba rock, o forró e o baião, o samba, o rap e a MPB.  Este espetáculo anima e envolve o público com um repertório que  contempla grandes compositores e intérpretes brasileiros já consagrados, como Jorge Bem, Tim Maia e Caetano Veloso, além de talentos da nova safra da música nacional, como Criolo , Roberta Sá e Céu.

Porém, para algumas ocasiões ou festas temáticas as garotas também possuem o show Quintal de Iaiá em Festa de São João em que, acompanhadas por um sanfoneiro e percussionistas, apresentam músicas dos grandes nomes do Forró e baião nordestinos. E além deste show, junto com um cavaquinho e percussionistas, elas também desenvolvem o projeto Quintal de Iaiá em roda de samba com um vasto repertório que contempla grandes nomes do samba.

Por ser um projeto idealizado por mulheres e que, muitas vezes, conta com participações de musicistas do sexo feminino em suas apresentações, as garotas já se apresentaram em diversos eventos dedicados ao Movimento de Mulheres e aos Direitos Humanos, há pouco tempo realizaram diversos shows pela Capital Paulista em eventos que trazem visibilidade para as políticas de igualdade de gênero e que lutam para o combate de todas as formas de opressão no Brasil .

E após tantos anos “na estrada” as garotas decidiram dar um passo a mais em suas carreiras, por isso vão gravar um EP (CD com apenas 6 faixas) com músicas autorais. Porém, como são artistas independentes, não possuem patrocinador e já conquistaram um público fiel, decidiram contar com o apoio de todos os que as acompanham. Para isso, lançaram uma campanha no Catarse (um site de financiamento coletivo) para arrecadarem a verba necessária para esse CD sair.

Na produção musical contarão com o apoio de Alessa Camarinha; quem assinará a Arte Gráfica é o designer Betinho Neto; o CD será gravado no estúdio Arsis (que já gravou artistas renomados) e contarão com músicos talentosíssimos para a gravação dos instrumentos.


Artigos Relacionados
"Correndo Atrás", de Jefferson De, é sucesso no Festival de Cinema do Rio
Mantiqueira discute literatura e racismo neste final de semana na FLIMA 2018
Fotógrafo Luiz Moreira faz sua primeira individual em São Paulo
Tia Má solta a língua em show em S. Paulo
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados