20 de Janeiro de 2020 |
Última atualização 11:4
Comentamos
Ativista negra se declara inocente e acusa justiça seletiva
Mais vistos
09/11/2015
Troféu Raça Negra 2015 recebe artistas no tapete vermelho da Sala S. Paulo
Da Redação, com informações da Assessora de Imprensa do evento

S. Paulo - Premiação concedida pela Afrobras e Universidade Zumbi dos Palmares, o Troféu Raça Negra 2015 prepara cerimônia de gala realizada no dia 15 de novembro na Sala São Paulo, levando muitos artistas para desfilar no tapete vermelho, para prestigiar o grande homenageado desta 13ª edição - Martinho da Vila.

Confira os convidados confirmados até o momento: Fafá de Belém, maestro João Carlos Martins, Péricles, Zezé Mota, Dj Dexter & Rappin Hood, Izzy Gordon, Antonio Pitanga e a atriz Erika Januza, entre outros. A direção musical do troféu é de Thobias, da Vai-Vai e a direção artística de Chico Spinoza.

Novidades

As novidades não param nessa reta final de preparação do Troféu Raça Negra. A atriz Erika Januza, da Rede Globo, será mestre de cerimônias (MC) na entrega da premiação. A seu lado, o ator global Helio de La Peña também será MC. 

Premiados 

A jornalista Maria Júlia Coutinho, da Rede Globo e o restaurateur José Alencar de Souza, do restaurante Santo Colomba serão alguns dos premiados com o Troféu Raça Negra 2015

Maju – como é conhecida a “moça do tempo” do Jornal Nacional, deu uma lição de cidadania ao reagir à onda de preconceito contra ela, orquestrada por um grupo racista na página do Jornal Nacional no Facebook e recebeu apoio do público nas redes sociais com o coro "Somos Todos Maju".

O restaurateur José Alencar de Souza é o chef-proprietário do restaurante Santo Colomba, um dos mais chiques e concorridos de S. Paulo, ele veio de Minas e já foi garçom e maître, para então assumir o comando da tradicional casa em 1994, mantendo uma cucina clássica italiana com traços de brasilidade. No melhor estilo: vim, vi e venci.

O homenageado 

Cantor, compositor e escritor, Martinho da Vila declarou que “fazer cara de paisagem” é uma estratégia para não demonstrar o que sente, mas que está lisonjeado e emocionado por receber o troféu. “O melhor é que não vou precisar fazer nada, só sair bem na foto”, afirmou ele (foto abaixo).

O presidente da Afrobras e reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, José Vicente (foto da capa), que promove a realização do Troféu Raça Negra, afirmou que "é uma imensa alegria homenagear Martinho, pelo artista que é, como negro, brasileiro e ativista".

A cerimônia agracia as personalidades que, em diferentes campos de atividade, contribuem para a construção de uma sociedade plural, por meio do combate ao preconceito, à intolerância e à discriminação.

O Troféu Raça Negra é organizado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Afrobras (Sociedade Afro-Brasileira de Desenvolvimento Sócio-Cultural).

 


Artigos Relacionados
"Correndo Atrás", de Jefferson De, é sucesso no Festival de Cinema do Rio
Mantiqueira discute literatura e racismo neste final de semana na FLIMA 2018
Fotógrafo Luiz Moreira faz sua primeira individual em São Paulo
Tia Má solta a língua em show em S. Paulo
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados