24 de Junho de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
William Waack em entrevista a Revista Raça
19/03/2017
Mato Grosso do Sul terá primeira Delegacia para punir racismo
Da Redação, com informações da Sepir/MJ

Campo Grande/MS - Mato Grosso do Sul terá a primeira Delegacia Especializada em Crimes de Racismo, Discriminação Racial e Intolerância Religiosa. A criação da Delegacia foi objeto da assinatura de protocolo de intenções pela vice-governadora Rose Modesto, o Delegado Geral da Polícia Civil do Estado, Marcelo Várias Lopes e o Secretário Especial de Políticas da Igualdade Racial, do Ministério da Justiça, Juvenal Araújo (foto), na última terça-feira (14/03).

O protocolo assinado prevê a criação de uma unidade especializada que oferecerá à população sul-matogrossense serviços referentes ao registro, investigação, abertura de inquéritos e encaminhamento de procedimentos policiais ligados a casos de intolerância e discriminação.

O secretário Juvenal Araújo ressaltou que “a SEPPIR, em seu processo de reafirmar as políticas de igualdade, vem trabalhando em conjunto com os governos estaduais para a criação das delegacias, oferecendo insumos e treinamentos aos policiais, além de intermediar o registro de ocorrências realizadas através do Disque 100”.

Cartilha

A Secretaria também lançou no ano passado a cartilha “Racismo é crime. Denuncie!” A cartilha explica a diferença entre as práticas dos crimes de racismo e injúria racial, e orienta sobre as providências que as vítimas desses crimes devem adotar.


Artigos Relacionados
França exonera chefe da coordenação negra, aliada de Alckmin
Carrefour responderá, de novo, por racismo de segurança em loja
Barbosa se filiará ao PSB e será candidato a Presidência este ano
Vereadora negra do Psol é morta a tiros no centro do Rio
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados