24 de Junho de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
William Waack em entrevista a Revista Raça
18/06/2017
Jundiaí celebrará esta semana os 15 anos da Lei de cotas
Da Redação

Jundiaí/SP – A cidade de Jundiaí, que fica a 57,7 Km de S. Paulo com 405 mil habitantes, vai celebrar na próxima sexta-feira, dia 23/06, os 15 anos da primeira Lei brasileira instituindo cotas para negros. A Lei foi sancionada pelo então prefeito da cidade, Miguel Haddad, no dia 14 de junho de 2002. A cerimônia também servirá para homenagear o líder abolicionista Luiz Gama, que teve reconhecido o seu título como advogado da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, 133 anos após sua morte.

A celebração pela primeira Lei de cotas e a homenagem e a Luiz Gama será promovida pelo Grupo Zama, por intermédio da Comissão Afro-Brasileira de Estudos Etnológicos, Desenvolvimento e Inclusão Social , e acontecerá a partir das 14h30 de sexta-feira no auditório Elis Regina, Complexo Educacional Argos (Rua Dr. Cavalcante, 396, Vila Arens, Jundiaí).

Segundo Jorge Reis Tarcísio, presidente do Grupo Zama – tradicional entidade negra e antirracista de Jundiaí -, a celebração é necessária porque "é preciso reconhecer quem, de fato, faz”. Ele acrescenta que a primeira Lei de cotas sancionada no Brasil precisa ser lembrada porque representou uma conquista de toda a população negra brasileira e abriu caminho para que centenas de outros municípios brasileiros adotassem a mesma ação afirmativa.

 


Artigos Relacionados
França exonera chefe da coordenação negra, aliada de Alckmin
Carrefour responderá, de novo, por racismo de segurança em loja
Barbosa se filiará ao PSB e será candidato a Presidência este ano
Vereadora negra do Psol é morta a tiros no centro do Rio
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados