21 de Agosto de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
William Waack em entrevista a Revista Raça
Mais vistos
06/08/2017
Presença negra na Conferência Mundial de Humanidades na Bélgica
Da Redação

Liége/Bélgica – Começou hoje em Liége na Bélgica e vai até o próximo sábado, dia 12/08, a Conferência Mundial de Humanidades, iniciativa da Unesco (setor de Ciências Sociais e Humanas), Conselho Internacional de Filosofia e Ciências Humanas (CIPSH) e autoridades da cidade.

Participam cerca de 1.800 representantes de todo o mundo, especialistas nos âmbitos científico, político, criativo e de comunicação, além de líderes de organizações governamentais e não governamentais.

A delegação do Brasil é constituída pelo Babalaô Ivanir dos Santos, doutorando em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisador do Laboratório de História das Experiências Religiosas; o professor Jacques d’Adesky, professor visitante da Universidade Federal Fluminense, Carlos Alberto Medeiros, mestre em Ciências Jurídicas e Sociais e Doutorando em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro; a professora Mariana Gino, Teóloga, historiadora e pesquisadora do Laboratório de Experiências Religiosas da UFRJ, E Sandra Martins, jornalista e mestra em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Martins é também colunista colaboradora de Afropress.

Segundo os participantes da delegação, a presença brasileira possibilitará o estabelecimento de intercâmbios acadêmicos e culturais frutíferos, assim como de laços com intelectuais e universitários provenientes de todo o mundo.

Além de uma reunião de trabalho com o presidente do CIPSH, professor Adama Samassekou, ex-Ministro da Educação da República do Mali, e com seu primeiro conselheiro, professor Lazare Ki-Zerbo, os membros da delegação participarão de um simpósio com representações africanas tendo em vista a futura organização, no Rio de Janeiro, de um colóquio internacional sobre o tema da intolerância religiosa nos países do Hemisfério Sul.

No decorrer da Conferência, serão apresentados os seguintes trabalhos na mesa-redonda “Afro-Brasil no Século XXI: Ativismo, Ação Afirmativa e Novas Perspectivas de Inclusão Social”: 

1. “Liberdade e diversidade religiosas no Brasil e seus desafios no planeta em transição” – Babalaô Ivanir dos Santos;

2. “Humanismos: um duplo padrão” – Professor Jacques d'Adesky;

3. “Enterrando o mito do ‘paraíso racial’: ação afirmativa e o debate sobre raça no Brasil” - Carlos Alberto Medeiros;

4. “Os impactos da Lei 10.639/3 na educação brasileira e seus reflexos no mundo contemporâneo” -Professora Mariana Gino;

5. “Memória social de mobilização de jornalistas brasileiros” - Sandra Martins.


Artigos Relacionados
Tribunal de Justiça de SP absolve acusados no caso Januário
Fernandinho vira alvo de racistas pela derrota para Bélgica
Presidente da UGT abre Oficina de Formação com perspectiva de gênero e raça
Novo governador de SP cancela campanha contra o racismo
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados