18 de Dezembro de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
Manifestações em todo o país pelo Dia da Consciência Negra
22/10/2017
Seppir, sob Temer, mantém retórica dos governos petistas
Da Redação

S. Paulo – Quem entrar no site da nova SEPPIR (Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial), terá uma surpresa: sob Temer – o Governo mais impopular da história da República – a Secretaria, que já teve status de ministério e agora está subordinada ao Ministério dos Direitos Humanos, mantém a mesma retórica do período dos governos petistas dos ex-presidentes Lula e Dilma.

O curioso é que, tanto a Secretaria, quanto o Ministério dos Direitos Humanos, a quem está subordinada, tem como dirigentes dois militantes do PSDB – a desembargadora Luislinda Valois, da Bahia, e o sindicalista fundador do tucanafro – a corrente de negros do PSDB -, Juvenal Araújo Júnior.

A desembargadora causou constrangimento público em abril deste ano, quando, em evento no Palácio do Planalto, resolveu agradecer a sua escolha para o Ministério chamando Temer de "padrinho das mulheres negras brasileiras", o que provocou forte reação do movimento de mulheres negras.

Mineiro de Governador Valadares, Araújo Júnior (à esquerda na foto ao lado) é do grupo do senador tucano Aécio Neves, que tenta salvar o mandato depois de apanhado nas delações da JBS, manteve o cronograma das Conferências de Promoção da Igualdade Racial – agora a IV CONAPIR. As Conferências foram espaços de participação dos movimentos sociais – inclusive o movimento negro - nos governos petistas. 

A IV edição está marcada para acontecer entre os dias 27 e 30 de maio de 2.018, em Brasília, com o tema "O Brasil na década dos afrodescendentes: reconhecimento, justiça, desenvolvimento e igualdade de direitos". Até o mês que vem deverão acontecer as Conferências Estaduais. Em setembro foram realizadas as Conferências Municipais e Metropolitanas.

Ainda não se sabe se será aberta por Temer e por uma única e boa razão: às voltas com denúncias de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o presidente se segura no cargo, às custas da compra de votos de parlamentares da sua base.

Na semana passada, Temer, por meio do seu ministro do Trabalho, baixou portaria – a de nº 1.129 - que adota novo conceito para trabalho escravo para obter os votos da bancada ruralista que ameaçava votar pela aceitação da segunda denúncia feita pela Procuradoria Geral da República.

Segundo o Ministério Público Federal do Trabalho (MPT), com a mudança cerca de 90% dos processos e investigações sobre trabalho escravo acompanhados pelo Ministério do Trabalho deixarão de ser classificadas como análogas à escravidão após a publicação.

Desconexão da realidade

Indiferente a mudança de Governo e as iniciativas de Temer, e sem tomar conhecimento das divergências do seu partido (uma parte dos tucanos quer a legenda fora do Governo) Araújo Júnior, mantém, o discurso em defesa da “promoção da igualdade racial” e mantém o radicalismo retórico.

No página da SEPPIR, ele explica que a IV CONAPIR tem como objetivo “o enfrentamento do racismo no Brasil”, e assinala que “o combate à discriminação por crença, gênero, raça e etnia têm obtido muitas conquistas, mas a violência racial ainda é uma realidade que a ameaça a democracia e a igualdade de direitos e oportunidades”.

Conceitos como “enfrentamento do racismo no Brasil”, além do uso insistente da palavra "combate" bem ao gosto do ativismo mais radical, fazem Araújo Júnior ecoar o discurso dos negros do PT e do PCdoB.

Mesmo fazendo parte de um Governo cujas políticas atingem os pobres – em especial a imensa maioria da população negra -, ele não esquece o seu passado sindical e afirma, sem constrangimentos que  “as políticas públicas voltadas para população negra e combate a discriminação racial são obrigação de todos os governos””.

 


Artigos Relacionados
Loja da morte da cadelinha é a mesma em que o negro Januário foi torturado
Prefeito de SP assina Plano de Promoção da Igualdade Racial
Discriminação contra negros por seguranças são rotina no Brasil
Museu Felícia Leirner, de Campos, promove oficina com a Comunidade Negra
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados