23 de Outubro de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
Conceição Vercesi, de Botucatu, fala sobre Diversidade
31/03/2018
Barbosa se filiará ao PSB e será candidato a Presidência este ano
Da Redação, com informações das Agências

Brasilia – O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, deverá ser mesmo candidato a Presidência da República nas eleições deste ano. Barbosa, que foi o primeiro negro a presidir a mais alta Corte de Justiça do país, poderá se tornar também o primeiro presidente negro do Brasil, que tem, maioria da população autodeclarada preta e parda.

As negociações para a entrada de Barbosa na corrida eleitoral estão ocorrendo há meses entre o ex-ministro e o Partido Socialista Brasileiro (PSB), e são mantidas em sigilo. O anúncio deverá ocorrer até sábado, dia 07 de abril, seis meses antes das eleições, quando terminam os prazos para quem quer ser candidato estar filiado a um partido político ou trocar de legenda.

Conversas e articulações

As conversas entre Barbosa e a cúpula do PSB estão acontecendo desde o ano passado e se intensificaram nos últimos meses. A confirmação da condenação do ex-presidente Lula em segunda instância, o tira da disputa deste ano por enquadrá-lo na Lei da Ficha Limpa (candidatos condenados por tribunais colegiados se tornam, pela Lei, automaticamente inelegíveis), intensificaram as conversas.

No final do ano passado, o ex-ministro já havia se reunido com deputados federais do partido e demonstrado interesse em disputar as eleições presidenciais, mas deixou claro que só anunciaria a decisão no final de março deste ano.

Barbosa, adquiriu notoriedade nacional ao presidir o Supremo Tribunal Federal e se tornar relator da Ação Penal 470 – o caso mensalão – o primeiro escândalo de corrupção da era Lula. Petistas da alta direção do Partido, como o ex-ministro José Dirceu, o ex-presidente deputado José Genoíno e o então tesoureiro Delúbio Soares foram denunciados e condenados pela Corte.

Ele deixou o STF precocemente - 10 anos antes da sua aposentadoria vitalícia aos 75, decisão cujos motivos jamais foram esclarecidos.  

 


Artigos Relacionados
Negros paulistas reiteram apoio a França e entregarão documento com demandas
Negros de SP apresentarão demandas ao governador Márcio França
Assassinato de Mestre Moa por bolsonarista choca a Bahia
Negros de São Paulo lançam manifesto em apoio a Márcio França
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados