15 de Novembro de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
Conceição Vercesi, de Botucatu, fala sobre Diversidade
06/07/2018
Presidente da UGT abre Oficina de Formação com perspectiva de gênero e raça
Da Redação

Praia Grande-SP - O presidente nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah participou da "Oficina de formação política e sindical com perspectiva de gênero e raça”, realizada pela Secretaria de Formação da Central, com cooperação do Solidarity Center – AFL-CIO.

O advogado Dojival Vieira, editor de Afropress, foi um dos palestrantes convidados para a Oficina. O jornalista fez um balanço das políticas de promoção da igualdade racial nos últimos 13 anos e se disse pouco otimista com relação aos avanços da luta antirracista neste período. 

O evento, que aconteceu na Praia Grande, na Colônia de Férias do Siemaco-SP, entidade filiada à UGT, tem por objetivo fortalecer, criar e avançar em instrumentos e políticas afirmativas para superar o momento de retrocesso que se vive no Brasil, principalmente para a classe trabalhadora e ainda maior quando se considera o recorte de gênero e raça.

"A luta pela inclusão em suas diversas formas está no DNA da UGT. Temos o dever cívico de fazer as mudanças que queremos. Mesmo em meio a tantas adversidades, vamos em frente, com nossas políticas e formações, sempre em defesa do trabalhador", disse Patah.

Participam da ação dirigentes sindicais de todo o País. Entre os líderes ugetistas, estão Salim Reis, vice-presidente da entidade, Orildes Lottici, Secretaria de Formação da União Geral dos Trabalhadores do Brasil com Cooperação do Solidarity Center (AFL-CIO); Regina Zagretti, Ana Cristina Duarte e Josi Camargo, respectivamente, secretárias da Mulher, da Diversidade e de Formação da Central; Cássia Bufelli e Joyce Ribeiro, secretária adjunta e assessora da Secretaria da Mulher; Cristina Palmieri, coordenadora da Jornada 2030 e do Comitê de Sustentabilidade; e Helen Silvestre, do Instituto de Altos Estudos (IAE).

 

 


Artigos Relacionados
Estudante que ameaçou matar "negraiada" é alvo de protestos em S. Paulo
EDITORIAL: Voto em Haddad é ato de legítima defesa
Negros de SP ajudam a lotar CPP para ato de apoio a França
Negros paulistas reiteram apoio a França e entregarão documento com demandas
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados