14 de Dezembro de 2018 |
Última atualização :
Comentamos
Manifestações em todo o país pelo Dia da Consciência Negra
09/10/2018
Brasileiro, prepare-se para se calar (porque, do contrário, o teu governante, o teu governo, vai te calar)
Paulo Scott

É poeta, autor de Habitante irreal

Ontem à noite, Jair Bolsonaro declarou em bom português que vai eliminar todo ativismo (eu assisti na Globo).

Pais que busquem lutar por melhor escola para seus filhos terão de se calar, pequenos agricultores que busquem alguma proteção contra a investida violenta dos grandes donos de terra terão de se calar, ribeirinhos que busquem se expressar contra a poluição dos rios gerada pelos produtos químicos despejados na natureza pelas grandes indústria terão de se calar, jovens gays violados na sua integridade física terão de se calar, moradores que peçam por mais segurança (quando perceberem que o governo fascista não tem proposta alguma para segurança pública) terão de se calar, negros e indígenas que defenderem que o racismo existe e a cotas para estudantes negros e indígenas são importantes (com um autoritário que diz que racismo e opressão racial não existe) terão de se calar, artistas terão de se calar, professores terão de se calar, mulheres terão de se calar.

Conhecidos, amigos e parentes que votaram no Bolsonaro já me escrevem pedindo para eu não me expor (para cuidar com o que digo). Se não temos o risco de uma era fascista e autoritária por que então eu preciso me cuidar, cuidar com o que opino? Não me calarei.

Não sou petista (todos sabem o que penso do partido dos trabalhadores), mas tenho bem claro de que lado, neste momento, eu preciso estar. Não deixarei de pronunciar o nome do verdadeiro inimigo da democracia, do inimigo do futuro democrático do meu país.

Sei que esta onda conservadora é muito maior do que Jair Bolsonaro, sei que é preciso conversar com as pessoas que se sentem representadas pelo pensamento autoritário: diálogo e afeto é o que precisamos exercitar, do contrário é pegar facas e revólveres e começar a assassinar parentes, colegas e vizinhos, isso é inadmissível. Se temos eleições diretas e democráticas hoje no Brasil é porque existiram ativistas que lutaram por eleições e democracia; essa é a verdade.  

 

 


"Este artigo reflete as opiniões do autor e não do veículo. A Afropress não se responsabiliza e nem pode ser responsabilizada pelas informações, conceitos ou opiniões do (a) autor (a) ou por eventuais prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso da informações contidas no artigo."
Artigos Relacionados
A colagem de Arya Haliba
O empreendedor Barão de Mauá (1.813-1889)
A generalização como recurso de linguagem e porta para a injustiça
"A Democracia está em risco, acordem!"
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados