17 de Fevereiro de 2019 |
Última atualização 0:0
Comentamos
Jovem negro não teve chance. Foi morto por segurança com um mata leão
Mais vistos
16/10/2018
Negros de SP apresentarão demandas ao governador Márcio França
Da Redação

São Paulo - Lideranças negras de várias origens, partidos e sem partidos, se reúnem nesta quarta-feira (17/10) à partir das 19h no Comitê do governador Márcio França (PSB), com membros da coordenação da campanha para debater as demandas e políticas públicas da população negra paulista para o próximo período no Estado de S. Paulo. A reunião acontece no Comitê de França, na Avenida Indianópolis 2.631, na capital, e foi articulada por lideranças que já apoiaram França no primeiro turno das eleições.

São Paulo tem a maior população negra do país em números absolutos - cerca de 15 milhões de afro-brasileiros, o que significa 34,6% do total.

APOIO 

No primeiro turno, uma autodenominada Coordenação Negra por Igualdade e Ações Afirmativas - articulada por jornalistas que fazem a mídia negra no Estado, em especial, a Afropress e o Portal Áfricas, lançaram manifesto em apoio a França, que passou para o segundo turno com uma diferença pequena do terceiro colocado, Paulo Skaf. Skaf já manifestou apoio à França, na disputa com o ex-prefeito paulistano, João Dória.

No manifesto, que tem como título "Negros de S. Paulo com Márcio França", as lideranças lembram que, a exemplo do que acontece nos demais Estados do país, os negros paulistas ocupam a base da pirâmide social: "ganham menos, são os primeiros a perder o emprego e tem uma expectativa de vida dois anos menor do que o restante da população.

Na pauta da reunião desta quarta estarão temas como a política de ações afirmativas do próximo governo e as ações efetivas que o Estado pode adotar para combater o racismo e a discriminação.


Artigos Relacionados
Jovem negro morto por segurança do Extra estava a caminho de clínica para se tratar
Diretora da Vogue Brasil cai após repercussão de festa
Elisa Lucas é homenageada como personalidade negra em Natal
Justiça condena Pão de Açúcar por segurança seguir negro em loja
Twitter
Facebook
Todos os Direitos Reservados