S. Paulo – O feriado de 20 de novembro, Dia Nacional a Consciência Negra, será comemorado este ano em 217 cidades, de 11 Estados, em todo o país. Entre as cidades estão três capitais – São Paulo, que tem a maior população negra do mundo fora da África, Rio de Janeiro e Cuiabá – e Campinas, cidade paulista com mais de um milhão de habitantes.
Nestas cidades, o comércio cerrará suas portas e as agências bancárias não funcionarão, segundo aviso da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban). Em S. Paulo está marcada a Parada Negra, a partir das 12h no vão do MASP da Avenida Paulista, chamada por ativistas do Movimento Brasil Afirmativo. A CUT e entidades como a UNEGRO, e a CONEN, também pretendem realizar Marcha na Paulista.
As contas de água, luz, telefone e TV a cabo, e os carnês que vencerem no dia 20 de novembro poderão ser pagos no dia seguinte, sem multa. Os tributos, normalmente, já estão com a data ajustada pelo calendário de feriados (federais, estaduais e municipais).
O Brasil tem 5.560 municípios. Projeto de Lei do senador Paulo Paim, que tramita no Senado, propõe que o 20 de Novembro, dia que marca a morte de Zumbi dos Palmares, assassinado pelo bandeirante paulista Domingos Jorge Velho, se transforme em feriado nacional.
O Estado com maior número de cidades em que o feriado em homenagem a Zumbi dos Palmares é respeitado é Mato Grosso, com 105 cidades, sendo seguido pelo Rio de Janeiro, com 92 e S. Paulo, com 11. O Estado do Pará tem 2 cidades, onde é feriado. Os Estados de Alagoas, Goiás, Paraíba, Minas Gerais, Pernambuco, Rondônia e Sergipe, tem uma cidade cada, em que é feriado.
O número de cidades, por estado, onde os bancos permanecerão com as portas fechadas:
Em S. Paulo é feriado municipal nas cidades de Campinas, Francisco Morato, Hortolândia, Itapeva, Limeira, Mococa, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, São Paulo e Sumaré.

Da Redacao