A surpresa está no meu blog (http://palavrasinistra.blogspot.com). Encontro duas mensagens de um sujeito que
assina como Whitepride com os seguintes teores:
“WHITEPRIDE: PRETO NÃO É GENTE, PRETO É ANIMAL, PRETO É MACACO
“WHITEPRIDE: SE LIGA O MACACO, QUE TU VAI ACABAR COM ABOCA CHEIA DE FORMIGA IGUAL O
MACACO DOJIVAL , VAIS ACABAR COM A BOCA CHEIA DE FORMIGA”
Num primeiro momento vem o incômodo, depois vem a raiva e, por fim, o desejo de saber com quem estou lidando. A primeira coisa que percebo é que estamos lidando com alguém que pesquisa sobre o tema e nos conhece. Eu estou no Rio, edito meu blog Palavra Sinistra e Afirma – Revista Negra Online. Dojival, que é meu amigo, está em São Paulo, à frente da organização ABC Sem Racismo e é editor de Afropress – Agência Afro-Étnica de Notícias. Portanto, o tal do Whitepride nos conhece, sabe quem somos.
Na mensagem além das ofensas comuns que quem se expõe está acostumado a lidar com elas vem a nada sutil ameaça de me fazer ficar com a boca cheia de formiga. Ora, não sou o sujeito mais valente do mundo, mas medroso também nunca fui. Tenho medo de aranha e de doido, de resto, francamente, não tenho. Nem no mundo real, muito menos no mundo virtual. Mas lá está a ameaça. Pesquisando um pouco na Net descubro que o sujeito usa o email [email protected] e gosta de se manifestar sobre o assunto. No ano passado, num jornal do interior de São Paulo que trazia matéria sobre o 20 de novembro ele escreveu:
“ORGULHO DE SER BRANCO › [email protected]
DESDE QUANDO PRETO TEM CULTURA? ESSE PAPO DE
BERIMBAU… QUE RIDÍCULO! SERÁ QUE DÁ PRA EXECUTAR UMA
SINFONIA OU É SÓ AQUELA MÚSICA DE SEMPRE? NÓS BRANCOS
SOMOS MAIS CAPAZES E NÃO VAMOS SACRIFICAR O FUTURO DE
NOSSOS FILHOS FINANCIANDO VAGAS PRA ESSE PESSOAL PRETO
QUE SÓ SERVE PRA SERVIÇOS BRAÇAIS. NADA DE COTAS,
PRECISAMOS É INVESTIR DINHEIRO PÚBLICO EM ALGO QUE
VALHA A PENA…”
Logicamente o sujeito é uma besta quadrada (como diria meu velho e falecido pai) mas é um militante da causa branca. É um indicador, tal como vários outros que têm aparecido no Orkut e em vários outros espaços é que, juntamente com o ataque a nós negros (principalmente aos militantes) está vindo também uma contra-reação branca que, com certeza, nos fará, mais à frente a enfrentar ameaças reais, inclusive, à nossa integridade física. Claro está que o debate sobre a questão étnico-racial está saindo do patamar dos especialistas e dos militantes e caindo na “boca do povão”, de uma forma ou de outra. Vale lembrar que os movimentos nazistas
recentes na Alemanha (principalmente aqueles apregoados pela juventude) ressurgem num momento de estagnação econômica e desemprego alto. O Brasil, que é um país que há pelo menos 30 anos promete esperanças mas deixa gerações e gerações ao léu se verá agora diante do recrudescimento do racismo e, infelizmente, dos crimes raciais acompanhados de discursos (até porque os crimes raciais existem há séculos no Brasil, mas o discurso será uma novidade). Chegamos a um nível em que não dá mais pra brincar demilitância e nem fazer da questão étnico-racial um trampolim para outras discussões. O avanço que temos tido nos ultimos anos é inexorável e a contra-reação é uma prova disso. Portanto, caríssimos e caríssimas militantes e parceiros nessa causa, todo apoio será fundamental para que continuemos na luta.
Abs,

Marcio Alexandre Martins Gualberto