S. Paulo – Para celebrar os oito anos de atuação ininterrupta a Afropress – a única agência de notícias on line com produção de conteúdo jornalístico focado na luta pela superação do racismo e em defesa dos direitos da população negra brasileira – promove nesta terça-feira, 26/11, a partir das 17h no auditório Paulo Kobayashi da Assembléia Legislativa de S. Paulo o seu I Encontro de Leitores.

O Encontro será aberto com mesa redonda sobre "A História da Imprensa Negra: desafios e perspectivas" com as presenças já confirmadas dos jornalistas, Oswaldo Faustino (ex-Estadão), Flávio Carrança (da Comissão dos Jornalistas pela Igualdade Racial – Cojira/SP), Maurício Pestana (Revista Raça), Francisca Rodrigues (Afrobras), Juliana Gonçalves dos Santos (CEERT), Luiz Paulo Lima (Rede Kultafro) e Rosenildo Gomes Ferreira, editor assistente da Revista Isto É Dinheiro. O presidente do Sindicato dos Jornalistas de S. Paulo, José Augusto Camargo (Guto), já confirmou presença e também participará da mesa de abertura.

Flávio Carrança, da Cojira/SP destacou o trabalho da Afropress:  “A Afropress desenvolve um trabalho que é importantíssimo e é singular dentro dos veículos de comunicação construídos pela comunidade negra. Acho que o fato de chegar a oito anos e ter crescido e ter se consolidaddo é uma conquista de valor inegável”, afirmou.

Após a mesa redonda, haverá discussão sobre a linha editorial do veículo, com apresentação do editor e jornalista responsável, Dojival Vieira. Segundo o jornalista esta é a primeira vez que um veículo de comunicação alternativo se abre ao debate da sua própria linha editorial e realiza um Encontro de Leitores.

Transmissão pela Internet

O I Encontro – que será transmitido via Internet – tem o apoio da Comissão dos Direitos Humanos, do SOS Racismo, da Assembléia Legislativa e da Comissão da Verdade "Rubens Paiva”, presidida pelo deputado Adriano Diogo (PT). Para acompanhar basta acessar o site www.al.sp.gov.br, entrar no ícone da TV ALESP/Assista ao vivo e selecionar o auditório Paulo Kobayashi.

Ato solene

Além do debate também haverá homenagens aos jornalistas e profissionais de imprensa que, no seu trabalho no dia a dia, demonstram sintonia e sensibilidade com a causa da igualdade no Brasil. Também serão prestadas homenagens “in memoriam” para lembrar nomes de profissionais do jornalismo que tiveram papel destacado na luta pela igualdade e pela superação do racismo no Brasil.

Na parte final do encontro será lançada campanha em defesa dos negros que foram monitorados pelos órgãos de repressão. A campanha "Corra atrás do seu direito" pretende orientar ativistas que foram perseguidos no período da história recente do país a entrarem com ações com base na Lei 10.559/2002, que garante anistia e reparação a perseguidos políticos.

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO I ENCONTRO DE LEITORES DA AFROPRESS

Mesa redonda sobre “A História da Imprensa Negra no Brasil: desafios e perspectivas”

Presenças confirmadas:

Oswaldo Faustino, escritor e jornalista (ex-Estadão)

José Augusto Camargo (Guto) – Presidente do Sindicato dos Jornalistas de S. Paulo

Maurício Pestana – Editor executivo da Revista Raça Brasil

Flávio Carrança – Jornalista da Comissão da Igualdade Racial de S. Paulo (Cojira/SP)

Luiz Paulo Lima – Fotógrafo da Kultafro

Juliana Gonçalves dos Santos – Comunicação do CEERT

Rosenildo Gomes Ferreira – Editor assistente da Revista Isto É Dinheiro

Francisca Rodrigues – Comunicação da Faculdade Zumbi dos Palmares/Afrobras

18h30 – Debate: “Linha editorial da Afropress”

Apresentação: jornalista responsável e editor Dojival Vieira

19h – Ato solene pelos 8 anos da Afropress – Agência Afroétnica de Notícias

Mesa:

Deputados:

Adriano Diogo – Presidente da Comissão de Direitos Humanos e da Comissão da Verdade “Rubens Paiva” da ALESP

Leci Brandão – Deputada estadual, integrante da Comissão de Educação e Cultura da ALESP.

Elisa Lucas Rodrigues – Coordenadora de Políticas para as Populações Negra e Indígena da Secretaria de Justiça de S. Paulo

19h30 – Lançamento da campanha “Corra atrás do seu direito – em defesa dos negros perseguidos pela ditadura militar”. Campanha que orientará ativistas e militantes negros a se organizarem para ingressar com processos com base na Lei 10.559/2002, buscando a anistia e a reparação

Apresentação:

Ana Paula Marchiori – Advogada de perseguidos políticos da ditadura

20h – Homenagens aos profissionais de comunicação comprometidos com a causa da igualdade no Brasil.

20h30 – Encerramento.

Promoção: Afropress – SOS Racismo – Comissão da Verdade Rubens Paiva e Comissão de Direitos da Assembléia Legislativa – Presidência Deputado Adriano Diogo.

Da Redacao