Nova York/EUA – Ao visitar o Clube da Universidade Harvard, no encontro promovido pela Câmara de Comércio Brasil/EUA e o Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), no dia que marcou os 127 da Abolição da Escravidão no Brasil, o governador de S. Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), lembrou as políticas que tem desenvolvido para a superação do racismo e da discriminação, como a recente campanha S. Paulo contra o Racismo no Esporte, numa parceria com a Federação Paulista de Futebol e os grandes clubes que disputaram o Paulistão 201.

"Sāo Paulo é a terra cosmopolita da miscigenação racial onde um japonês fala português com sotaque italiano. A força expansiva do Brasil e o seu espírito empreendedor sāo muito grandes", afirmou Alckmin. O governador estava acompanhado do ex-presidente Fernando Henrique, que foi homenageado nos EUA, e o encontro reuniu cerca de 360 empresários, segundo relata o correspondente de Afropress em Nova York, Edson Cadette.

Alckmin exaltou a pujança de S. Paulo e as oportunidades de parcerias entre o setor público e privado e lembrou que o PIB (Produto Interno Bruto) do Estado, é o segundo maior da América Latina. “A força de Sāo Paulo é tão grande que 43% dos investimentos estrangeiros que entram no país vāo direto para o Estado". "Sāo Paulo é também o responsável pela produçao de 10% do petróleo produzido no Brasil", disse.
 

Da Redacao