Rio – Andrade, o técnico campeão brasileiro pelo Flamengo, em 2009, – o primeiro negro a conquistar esse título – disse, em entrevista ao Programa Espetacular, da Rede Globo, que muitas pessoas já o avisaram de que o motivo de estar desempregado desde março é o racismo.
Segundo o treinador, muitas pessoas insinuam isso mas que ele prefere não acreditar. “Estou aguardando uma oportunidade, um convite de alguma equipe. Isso não aconteceu desde que saí do Flamengo. É chato, é um momento de ansiedade. Nunca passei tanto tempo desempregado”, disse na entrevista
Andrade diz não conseguir encontrar explicações para não ser aproveitado. O técnico conta que se faz perguntas como: “Qual foi o erro que eu cometi? O que eu fiz de errado para não merecer uma oportunidade? É porque eu fui campeão brasileiro? Porque cheguei a final do carioca? Porque classifiquei o time para a Libertadores? Será que eu não merecia uma chance de trabalho?”
Ele ainda comenta que vê vários técnicos trocando de clube e “que seu nome nunca aparece.” Andrade espera receber a segunda parte da premiação pela conquista do Brasileiro. De acordo com o treinador, “além de não ter pago o bicho, o Flamengo não o demitiu pelos resultados, já que ele possuía 73% de aproveitamento no geral”, completa.

Da Redacao