Araraquara/SP – A Prefeitura Municipal de Araraquara, cidade à 270 Km de S. Paulo, por meio do Centro de Referência Afro “Mestre Jorge” em parceria com o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) da Universidade de Araraquara (Uniara) promovem nos próximos dias 13 e 14 de maio o “II Fórum do Conhecimento e da Identidade Negra”.

O II Fórum acontecerá às 19h30 no auditório José Araújo Quirino dos Santos (Avenida Dom Pedro II, 660, no centro) e é gratuito e aberto à população. O tema proposto para debate é “Liberdade está Dentro da Cabeça: mundo moderno, a universidade e a superação do racismo”.

Na segunda, dia em que se completam os 125 anos da Abolição da Escravidão no Brasil, o Fórum terá a palestra “Ações Afirmativas e Igualdade Racial”, ministrada pelo advogado, jornalista e militante do movimento negro Dojival Vieira dos Santos, editor de Afropress.

Na terça, será a vez da mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Maria Fernanda Luiz, falar sobre “Educação e Relações Étnicos Raciais”.

Psicopedagoga e Professora da Educação Básica I na Rede Estadual de ensino, ela integra o Núcleo de Estudos afro-brasileiros (NEAB/UFSCar) e o Grupo de Estudos e Propostas de Formação do Educador Contemporâneo (GEPFEC/UNESP).

Para João Paulo Clemente Júnior, membro do NEAB, o objetivo do Fórum é levar a discussão da igualdade racial para o ambiente universitário, envolvendo a comunidade. “Dessa forma, construímos os elementos dessa igualdade”, acrescenta.

Abolição

A coordenadora de Promoção da Igualdade Racial, Alessandra de Cássia Laurindo ((foto na capa), lembra que o 13 de Maio “é uma data vista pelo movimento negro como o Dia de Denúncia ao Racismo e a realização do evento vêm justamente para fazermos uma leitura dos atuais acontecimentos”. “A união entre o poder público e a universidade é primordial para avançarmos na luta do combate ao racismo”, acrescentou.

O Fórum conta com o apoio da Comissão da Igualdade Racial da OAB de Araraquara e do Centro Universitário de Araraquara (Uniara). A presidente da Comissão da Igualdade da OAB araraquarense, advogada Rita de Cássia Ferreira (na foto interna ao centro) destaca a importância do debate em em torno do tema.

“O evento traz para o ambiente Universitário a discussão sobre todo tipo de discriminação e demonstra as maneiras que temos lutado para combatê-lo. Infelizmente ainda nos dias de hoje vemos vários tipos de discriminação, muitos se declaram não ter nenhum tipo de discriminação para não fazem nada para demonstrar isso e combate-lo. Com este II Fórum esperamos trazer toda uma reflexão sobre os assuntos abordados”, afirmou .

As inscrições devem ser feitas na coordenação da graduação (Rua Carlos Gomes, 1338, – Centro) ou no Centro de Referência Afro (Avenida Duque de Caxias, 660, – Centro).

Da Redacao