S. Paulo – O advogado Antonio Carlos Arruda (foto) será o novo chefe da Coordenação de Políticas para as Populações Negra e Indígena da Secretaria de Justiça de S. Paulo. Arruda já exerceu a presidência do Conselho da Comunidade Negra do Estado, e foi escolhido pela Secretária Eloisa Arruda para substituir a professora Roseli de Oliveira, que ocupou o cargo, desde a criação da Coordenação.
A Coordenação de Políticas para as Populações Negra e Indígena foi criada por meio do decreto Nº 54.429, de 09 de junho de 2009, pelo então governador José Serra, em meio a uma crise desencadeada por declarações do então Secretário de Relações Institucionais José Henrique Reis Lobo, para quem “ações afirmativas, só em 500 anos”. A declaração provocou a revolta, inclusive de lideranças negras tucanas.
Saída
A professora Roseli disse que foi avisada pela Secretaria que não continuaria no cargo e afirmou que sai com a sensação do dever cumprido. “Deixo a Coordenação de Políticas com a altivez dos meus ancestrais, com a sensação do dever construído em bases dignas, com o apoio institucional possível, e com a certeza de que o caminho está posto, as trilhas estão sólidas e sedimentadas”, afirmou.
Ela também agradeceu ao ex-secretário de Justiça, Luiz Antonio Marrey, e desejou sorte e sucesso ao seu substituto.

Da Redacao