Entre as duas civilizações negras, cuchitas e etíopes dá para se observar visivelmente as influências nas construções das pirâmides e o cuidado que ambas tem com o culto aos mortos.
O Egito foi habitado desde o V milênio por hamitas e semitas, sendo negros e brancos e chamavam seu país de “Khemi” que significa “terra negra” (referindo à cor do solo). A aldeia mais antiga que conhecemos é a de Fayum do período neolítico.
O baixo e alto Egito eram dois reinos separados. Quando se uniam sobre o mesmo poder , os faraós usavam coroa dupla.
O reinado cuchita tem como característica um reinado feminino contando com várias linhagens de rainhas -mães, as “candaces”.
A Etiópia é considerada o país mais antigo da África porque no século II da era cristã, o território que corresponde à atual Etiópia, viviam os axumitas.
A introdução do cristianismo neste local foi durante a ocupação romana, vindo da Alexandria no Império Bizantino.

Antonio Carlos do Nascimento