Autor: Sônia Ribeiro

Eduardo de Oliveira, a sua benção!

Acordei com a sensação de que sinos imaginários dobravam em algum lugar, o que me fez pensar que só poderia ser em homenagem a alguém venerável. De fato. Daí a pouco chegou, aqui no meu sertão, a notícia de que Eduardo de Oliveira havia desencarnado. É, desde sempre, sinos – ainda que imaginários – não dobram à toa.

consulte Mais informação

Idosos Negros – Proêmio

No início deste ano tive um desejo: desejei que o Ano Internacional das Pessoas de Ascendência Africana fosse repleto de iniciativas que efetivamente demonstrassem respeito e compromissos sinceros para com as questões diretamente ligadas aos descendentes de africanos residentes no Brasil e em diferentes países.

consulte Mais informação

Exórdio

Feliz idéia a da Agência de Notícias Multiétnica AFROPRESS em promover enquete para saber de seus leitores se a votação em candidatos negros e antirracistas poderia ou não ajudar a alavancar a luta pela igualdade racial em nosso país. E a julgar pelos números expressos em percentuais mencionados no site da Agência, muitos dos seus leitores não duvidam de que a presença de negros e de anti-racistas nas Casas Legislativas e no Senado poderia sim fortalecer as fileiras que há tempos lutam contra a desigualdade racial.

consulte Mais informação

O que espero desta Copa do Mundo

Naturalmente, meu primeiro desejo é ver a nossa seleção tornar-se mais uma vez campeã do mundo, fato esse que com toda certeza me levará a estampar no rosto, no peito e nas paredes que me forem acessíveis a auspiciosa frase: Brasil, campeão! Contudo, também tenho outras expectativas em relação a este campeonato mundial de futebol – o primeiro deste século.

consulte Mais informação

Por um outro Jornalismo

No Brasil, com muita freqüência, alguns veículos de comunicação transitam sem nenhum constrangimento na contra-mão da promoção da igualdade racial, adotando para tanto diferentes expedientes. Por exemplo, quando essa parcela da mídia não se encontra às voltas com a manutenção do mito da democracia racial – o que ocorre, principalmente, quando se deixa de veicular, publicar e discutir os índices dos indicadores sociais que revelam a desigualdade social/racial existente no país – é porque a tarefa do dia consiste em caprichar nas pseudo-informações e nas subinformações de quase todos os temas que dizem respeito à maioria da população brasileira – os afrodescendentes.

consulte Mais informação

Vídeos Recentes

Carregando...

Publicidade