Botucatu/SP – A Prefeitura de Botucatu, cidade de 121 mil habitantes, localizada a 224,8 Km da capital, na região Centro Sul do Estado, poderá contar ainda este ano com uma Assessoria Municipal de Promoção da Igualdade Racial.
Proposta neste sentido, de iniciativa dos vereadores Professor Nenê (PSB) e Professor Gamito (PT) – foi aprovada pela unanimidade dos vereadores da Câmara e será encaminhada ao prefeito João Cury, do PSDB.
Segundo os vereadores a criação da Assessoria será fundamental para a adoção de políticas públicas voltadas a população negra de Botucatu, que representa cerca de 15% da população. “O movimento de fortalecimento e de conscientização da cultura negra em nosso Município, empreendido pela União Cultural Negra de Botucatu é histórico, bem como sua luta há vários anos contra a desigualdade racial e social, problemas estes que perduram desde a época da colonização do Brasil. Na gestão passada o Movimento não recebeu a devida atenção do Poder Executivo e Legislativo Municipal sendo que os dados estatísticos populacionais da cidade de Botucatu, tendo como base o senso do IBGE, tornam evidente a desigualdade racial em nosso Município”.
Segundo os vereadores, apesar dos esforços e da luta do Movimento Negro de Botucatu, a promoção da igualdade racial e social deve ser exercida principalmente pelos organismos governamentais e para que as ações afirmativas sejam contempladas no Município”.
Segundo a presidente da União Cultural Negra de Botucatu, Conceição Vercesi, a iniciativa dos vereadores é muito importante porque representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido e aponta para a necessidade do Município ter políticas públicas que atendam as demandas da população negra na cidade.
Ela disse que tem grandes esperanças de que o prefeito João Cury atenda a reivindicação da Câmara e crie a Assessoria de Promoção da Igualdade Racial. O Prefeito deverá se manifestar nos próximos 15 dias.

Da Redacao