Botucatu – Conceição Vercesi, militante do Movimento de Consciência Negra de Botucatu, lidera a chapa Renovação que concorre às eleições para a eleição da diretoria da União Cultural Negra de Botucatu, única entidade negra existente na cidade de 121 mil habitantes, que fica à cerca de 235 Km de S. Paulo. A entidade foi fundada em setembro de 1.978 e estava desativada. A eleição acontece no dia 02 de agosto e está mobilizando toda a militância negra.
A chapa Renovação, que concorre ao Conselho Deliberativo, além de Conceição, contadora e consultora para o Terceiro Setor e integrante da Rede Social de Botucatu (TEAR), é formada por Cleberson Luiz da Silva, Agente cultural, e Maria Aparecida dos Santos, líder comunitária. A chapa opositora é liderada por Maria Luzia, ex-dirigente da União Cultural Negra, que voltou a se interessar pela entidade, após a mobilização desencadeada pelo Movimento de Consciência Negra.
Segundo Conceição, o Movimento da Consciência Negra, “provocou o renascimento do interesse pela questão racial, quando passou a levantar a bandeira da luta contra o racismo, por Justiça, Liberdade, Igualdade e Cidadania”. A população negra é formada por cerca de 14,5% do total de habitantes.
“Decidimos reerguer a entidade que estava desativada, exatamente para evitar divisões. O Movimento de Consciência Negra poderia ter optado por constituir uma nova entidade sem ter que arcar com todo o desgaste de regularização da União Cultural Negra de Botucatu mas, em memória daqueles que sacrificaram a própria vida, tanto no aspecto físico como material em pról do Movimento Negro em Botucatu, propomos a total regularização da entidade, seguindo à risca e com toda transparência as cláusulas estatutárias. Não queremos provocar nenhuma divisão do Movimento Negro, ao contrário queremos nos unir nesta luta”, afirmou.
Embora fundada em setembro de 1.978, a União Cultural Negra de Botucatu não teve nenhum dos seus atos de fundação registrados em Cartório. Diante disso, o vice-presidente da entidade, José Carlos Fortes (o presidente faleceu 1.997) decidiu convocar Assembléia Geral que terá como pauta a Renovação do Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal, Eleição do Presidente e dos Vice-Presidentes e da Nova Diretoria, e aprovação de novos Associados, bem como a reforma do Estatuto para adequá-lo às determinações do Código Civil de 2.002.
A chapa que vencer as eleições para o Conselho Deliberativo elege o presidente e o vice-presidente.
Reconstrução
Quem quiser se filiar à entidade para ter direito à voto nas eleições do dia 02 de agosto, deve preencher a ficha de inscrição até terça-feira, dia 24 de julho. Conceição destaca a importância da reconstrução da entidade. “Creio ser histórico este momento para o Movimento Negro de Botucatu. Vocês são muito importantes neste processo. Contamos com a sua ajuda, vista a nossa Camisa”, conclama.
Veja o cronograma para as eleições da nova entidade
– 24/07/07 – Publicação do Edital de Convocação da Assembléia Geral Extraordinária para Eleição do Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e votação para Presidente e Vices Presidentes;
– 24/07/07 – Último dia para inscrição ou filiação dos associados. A proposta deverá ser encaminhada ao Sr. Reinaldo José dos Santos, atual secretário da União Cultural Negra de Botucatu;
– 27/07/07 – Último dia para inscrição ou registro das chapas que concorrerão aos cargos da nova diretoria, a saber: presidente e vices-presidentes (dois);
– 02/08/07 – Assembléia Geral Extraordinária – Rua General Telles, 30 – Centro Cultural, às 19h30 horas.

Da Redacao