A eleição acontece de segunda-feira, 1º de novembro, até o dia 09, e podem votar, os brasileiros maiores de 16 anos, residentes no exterior. Para votar pela Internet é preciso acessar página do Ministério das Relações Exteriores .
Romão, uma das mais importantes lideranças negras das décadas de 70 e 80, vive em Hamburgo, na Alemanha, há 21 anos, desenvolvendo trabalhos com as comunidades de imigrantes. “Nós brasileiros e brasileiras no exterior, mandamos mais de 7 bilhões de dólares por ano para o Brasil. É o mesmo que toda a nossa exportação de soja. Está na hora de termos nossa cidadania reconhecida”, afirmou.
Na sua plataforma, ele defende Educação bilíngüe para as crianças, apoio jurídico e social nas Embaixadas e uma maior conexão e comunicação entre os brasileiros residentes na Europa.
O jornalista, que foi o representante do Brasil na Alemanha, na Conferência Brasileiros no Mundo, promovida pelo Itamaraty no ano passado, recupera-se de um câncer no intestino. Operado em março deste ano, submeteu-se a longo tratamento e garantiu que já está totalmente curado.
Radialista e ativista, é responsável pela Rádio Mamaterra e pelo Quilombo Brasil, – que ele chama de “Embaixada Popular Étnica para todos os negros e antiracistas do mundo”.
O que é o Conselho
O Conselho de Representantes de Brasileiros no Exterior (CRBE) é formado por 16 brasileiros radicados no exterior eleitos por voto eletrônico e que terão o papel de manter uma interlocução entre os brasileiros que vivem fora do país e o Governo brasileiro.
A representação será regional, com quatro representantes para cada uma das seguintes regiões geográficas: 1. Américas do Sul e Central; 2. América do Norte e Caribe; 3. Europa; e 4. Ásia, Oriente Médio, África e Oceania.
Lançado na II Conferência Brasileiros no Mundo, realizada em outubro de 2009, e instituído pelo Decreto 7.214, o CRBE substituirá o Conselho Provisório de Representantes (CRP), criado na I Conferência, em julho de 2008 e dissolvido por decisão da Plenária da II Conferência.
Ao contrário do CPR, que tinha natureza provisória e função limitada a auxiliar o Ministério das Relações Exteriores na organização da II Conferência, o CRBE será permanente, embora de composição periodicamente renovável, e com objetivos mais amplos.
Número crescente
Estima-se que três milhões de brasileiros residam no exterior, número que, de acordo com o Ministério das Relações Exteriores, vem crescendo nas últimas décadas.
Segundo o chanceler Celso Amorim, “os desafios subjacentes à maior presença de brasileiros no resto do mundo exigem um esforço sistemático de divulgação das informações de interesse da diáspora brasileira”. “O Ministério das Relações Exteriores buscará cumprir essa tarefa, por meio do envio regular de boletim de notícias, contendo informações úteis para associações, lideranças e membros das comunidades brasileiras no exterior. O Itamaraty espera que essa iniciativa possa construir mais um vínculo entre o Brasil e os brasileiros que vivem longe da nossa terra”, afirmou.