Brasília – Será lançada nesta quinta-feira (21/08), em reunião no Sindicato dos Jornalistas de Brasília, com o lema "Racismo se combate com recursos", a campanha pela criação do Fundo Nacional de Combate ao Racismo. A proposta é criar o Fundo via Projeto de Lei de iniciativa popular a ser apresentado ao Congresso a ser eleito em outubro. A reunião terá início às 20h e o Sindicato fica na SIG – Quadra 2 – Lote 420/440 – Asa Sul, no Plano Piloto.

Para que o projeto possa ser apresentado os organizadores da campanha, que é coordenada por Mário Theodoro Lisboa, ex-secretário executivo da SEPPIR, pretendem coletar 1,4 milhões de assinaturas em todo o país. A proposta é que o Fundo reúna um patrimônio de cerca de R$ 3 bilhões até 2030, dinheiro que será usado para apoiar ações e programas de promoção da igualdade racial.

“O racismo permanece um desafio na sociedade brasileira, pois é evidente o acirramento dessa questão o que evidencia que o mero combate à pobreza não põe fim ao legado racial brasileiro”, afirma Theodoro.


A campanha deveria ter sido lançada na semana passada, porém, foi adiada por causa do acidente aéreo que matou o ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos.

Da Redacao