Pedro Leopoldo/MG – Dias depois das ameaças do fazendeiro Lucas Geraldo da Silva ao vereador Vanderlei Dias, do PMDB, gravadas em vídeo veiculado nas redes sociais do país (veja na matéria principal), os fazendeiros, liderados por Luquinha, foram recebidos com honrarias em sessões ordinárias da Câmara Municipal de Pedro Leopoldo.
O próprio Lucas, acompanhado de oito pessoas se postou em postura intimidatória durante a sessão, comportando-se como se estivesse em sua própria casa. O pior, segundo a professora Cláudia, é que o presidente da Câmara Osmar Costa tentou impedir o vereador de se manifestar sobre a invasão do seu gabinete e as ameaças de morte que havia recebido poucos dias antes.
À vontade, os fazendeiros que acompanhavam Luquinha tiveram a palavra franqueada e um deles chegou a ocupar a tribuna da Câmara para reiterar o tom ameaçador. O mesmo direito foi negado à comunidade Pimentel e os que apoiam a luta dos quilombolas.

Da Redacao