Berlim – A Copa da Alemanha deste ano promete ser um marco na luta contra o racismo e, a partir das partidas de quartas-de-final, os capitães das seleções lerão mensagens antes da execução dos hinos nacionais.
Os capitães também lerão declarações contra todo tipo de manifestações xenófobas, segundo garantiu o ministro alemão do Interior, Wolfgang Schauble.
Além da leitura de mensagens o Governo alemão e a Fifa também vão colocar em cada um dos estádios uma faixa com os dizeres: “Say No to Racism” (Diga não ao racismo).
Franz Beckenbauer, presidente do comitê organizador do Mundial, lembrou que o lema do torneio é “O mundo, entre amigos” e que na Copa anterior, disputada no Japão e na Coréia, também foi muito importante na luta contra o racismo no futebol.

Da Redacao