S. Paulo – O Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert), em parceria com o Banco Real, lança a 4ª edição do Prêmio “Educar para a Igualdade Racial: Experiências de Promoção da Igualdade Racial-Étnica no Ambiente Escolar”.
O objetivo do Prêmio é sensibilizar e subsidiar profissionais da educação na inclusão social de crianças de diferentes etnias. Professores e escolas da rede pública ou privada, de educação infantil e ensino fundamental I (1ª a 4ª série), poderão inscrever projetos políticos pedagógicos que valorizem a igualdade racial, por exemplo:pesquisas, exposições, produções teatrais, entre outros, para potencializar o debate e contribuir para eliminar a discriminação racial.
“É preciso tornar o tema conteúdo permanente nas salas de aula, só assim promoveremos a igualdade entre os cidadãos”, diz Cida Bento, diretora executiva do Ceert.
Foram feitas algumas mudanças na premiação. A primeira delas é a abrangência do prêmio, que deixa de ser nacional e passa a focar no Estado de São Paulo. Assim, o Banco Real e o Ceert acompanharão de perto as ações realizadas e conseguirão se aprofundar e sistematizar
as experiências conduzidas nas escolas.
A segunda mudança é que agora, apenas os professores de escolas de Educação Infantil e ensino Fundamental I (1ª a 4ª série) podem concorrer, já que sabemos que o investimento na primeira infância é de importância indiscutível.
A terceira alteração foi a criação da categoria “Escola”, que objetiva premiar as iniciativas institucionais. “Queremos dimensionar e encorajar iniciativas assumidas pela escola como um compromisso da própria instituição”, diz Laura Oltramare, superintendente de desenvolvimento sustentável do Banco Real.
Quatro professores, dois de educação infantil e dois de ensino fundamental, serão premiados com 5 mil reais, participarão de um curso sobre a temática racial desenvolvido pelo Ceert e ganharão um kit de livros que envolvem o tema da diversidade humana e pluralidade cultural.
Na categoria “Escola”, quatro professores serão premiados com livros e a participação dos gestores responsáveis no curso, cada escola será contemplada com 10 mil reais.
Com objetivo de contribuir para a consolidação e sistematização dos projetos premiados, um júri técnico elegerá duas instituições de ensino para que o Ceert as acompanhe por até 12 meses.
As inscrições para a 4ª edição do Prêmio “Educar para a Igualdade Racial” poderão ser feitas de 3 de março a 5 de maio de 2008.

Da Redacao