Londres – Era para ser mais uma festa de aniversário mas, como sempre, Natália de Santana Revi, colaboradora de Afropress, surpreendeu os seus convidados fazendo do seu evento natalício uma autêntica celebração da cultura negra e pernambucana.

Natural de Recife, orgulhosamente afro-brasileira e profundamente apaixonada pela cultura da sua região, Natália não perde uma oportunidade para divulgar o Nordeste, particularmente Pernambuco, nos vários eventos que organiza e em que participa na capital britânica onde reside e faz mestrado em Educação e Desenvolvimento Internacional.

A celebração de mais um seu aniversário ocorreu no passado domingo, 24/08, na sua residência em Kew, um belo subúrbio do oeste londrino onde se localiza o famoso Jardim Botânico Real, também conhecido como Kew Gardens. 

Para além de mais um pretexto para a divulgação da cultura nordestina, o evento serviu igualmente como oportunidade para arrecadação de donativos destinados a dois projetos sociais aos quais a Natália está ligada, respectivamente, o Centro de Cidadania Corpo e Mente e o Gente da Gente, ambos na favela do Bode, bairro do Pina, zona sul de Recife. 

Decorando a sua casa com folhetos de literatura de cordel, sombrinhas de frevo e bandeiras do Brasil e de Pernambuco, entre outros símbolos regionais, ela recriou um ambiente típicamente nordestino e brindou os amigos e convidados ingleses, brasileiros e de demais nacionalidades da multicultural Londres com iguarias e pratos típicos do Nordeste como o arrumadinho de carne seca. Não faltou a feijoada, o clássico da culinária brasileira e a brasileiríssima caipirinha, bebida que cada vez mais se internacionaliza. 

A festa contou com animação de músicos amigos da aniversariante como Jandira Silva e sua banda, residentes em Londres. Teve igualmente a participação especial da cantora e violinista Gizelle Dias, em viagem de turismo e promoção pela Europa, que mostrou ser uma das mais interessantes intérpretes da nova geração musical pernambucana.

Com um timbre de voz agradável e revelando uma belíssima fusão instrumental entre o popular e o erudito, Gizelle brindou os convidados com êxitos de grandes nomes da música nordestina como Luiz Gonzaga e Dominguinhos.

O encontro serviu também para mostrar aos ''gringos'' danças e ritmos tradicionais nordestinos como quadrilha, maracatu e afoxé. Houve igualmente uma demonstração de capoeira, arte em que a aniversariante se mostrou exímia praticante.

Da Redação de Afropress, em S. Paulo, e por meio do nosso correspondente em Londres, enviamos a Natália, votos dos maiores sucessos em sua vida em todas as frentes de batalha e parabenizamos o seu esforço para manter viva no Reino Unido a cultura negra e pernambucana.

Alberto Castro/Correspondente de Afropress em Londres