S. Paulo – Cinco candidatos disputam a presidência do Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de S. Paulo, em eleição que acontece na tarde desta sexta-feira (26/02) na sede do órgão, à Rua Antonio de Godoy, 122. São eles, Ivan Lima, do Tucanafro – corrente de negros ligados ao PSDB – Elisa Gabriel, liderança de Limeira, Maria Aparecida Pinto, ligada ao movimento sindical, Vânia Soares e Maria José Lima (Mazé), lideranças negras, respectivamente, de Jaú e Sorocaba.

O novo ou a nova presidente, sucede ao advogado Marco Antonio Zito Alvarenga, e terá mandato de dois anos – 2016/2018.

Com exceção de Ivan Lima e de Maria Aparecida Pinto, as demais candidatas são lideranças com forte presença no interior, que tem sido uma característica do Conselho, desde que foi presidido em duas gestões pela professora Elisa Lucas Rodrigues, de Barretos, atual chefe da Coordenação de Políticas para as Populações Negra e Indígena, ligada à Casa Civil do Palácio dos Bandeirantes.

No total 32 conselheiros, entre representantes da sociedade civil e do Governo do Estado tem direito a voto. O nome do vencedor será anunciado ainda hoje.

O Conselho da Comunidade Negra do Estado de S. Paulo foi o primeiro órgão criado após a redemocratização do país, pelo governador Franco Montoro, que este ano, se estivesse vivo, completaria 100 anos.

 

Da Redacao