Brasília – A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) fará nesta segunda-feira (30/05), às 08h30, Audiência Pública para debater o Mapa da Diversidade do Setor Bancário, elaborado para promover a igualdade de oportunidades para todos os brasileiros, independentemente de cor, sexo, idade, ou de ter ou não qualquer tipo de deficiência. O requerimento da audiência é do senador Paulo Paim (PT-RS).
O Mapa adotado pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), tem sido apontado como um instrumento de marketing dos bancos para esconder a discriminação no mercado de trabalho bancário.
Para debater o assunto, foram convidados a ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Luiza Bairros, o diretor da Associação dos Advogados do Banco do Brasil (Asabb) Humberto Adami e o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), Carlos Cordeiro.
O presidente da Diretoria Executiva da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Murilo Portugal Filho, e o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, também estão entre os debatedores.
O presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo e da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Patah, e o diretor-executivo da Educação para Afrodescendentes e Carentes (Educafro), frei David Raimundo Santos, completam a lista de convidados.

Da Redacao