O Presidente da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, Clare Roberts, esteve reunido em relatoria nesta última quarta-feira, 29, para uma primeira aproximação da Relatoria Especial sobre os Direitos dos Afrodescendentes e Contra a Discriminação Racial com o Brasil.
A visita serviu como base de apoio para o início das discussões e trabalhos da relatoria e para uma sensibilização do próprio presidente para com os problemas enfrentados por negros nos países membros da OEA .
Segundo o Dr. Clare o principal objetivo é “saber quais questões envolvem os afrodescendentes no Brasil, respondendo quem são, o que fazem, onde e como vivem e quais sua principais necessidades”.
O presidente ressaltou que a “a relatoria é fundamental para as Américas, já que nem mesmo os EUA que se mostra tranquilo por ter tido solucionada a questão dos afrodescendentes pelo movimento dos direitos civis, teve definições suficientes e até hoje sofre com os problemas de discriminação e racismo.”
Segundo Maria do Carmo da Cruz, que está a frente da Relatoria, os trabalhos estão apenas no começo e terminarão com um extenso relatório que definirá os trabalhos que seguirão sendo realizados.

Da Redacao