S. Paulo – A Confederação Israelita do Brasil, que representa oficialmente a comunidade judaica brasileira, manifestou, em nota, irrestrita solidariedade à delegada Margarette Barreto, chefe da Delegacia de Crimes Raciais de S. Paulo, e ao Editor de Afropress, jornalista Dojival Vieira, alvos de grupos extremistas e racistas. “Ambos merecem o integral apoio da sociedade brasileira”, afirma a CONIB.
“O Brasil é um ‘país exemplo’ na boa convivência e solidariedade entre os povos, credos, etnias, e não deve agora conspurcar tal imagem e relacionamento diante de infames atitudes de um grupo pouco esclarecido, para melhor dizer. Urge a tomada de ação enérgica e incisiva da sociedade frente a atos racistas e discriminatórios, extinguindo assim o mal em sua gênese. Desse modo, todos poderemos continuar privando de um ambiente calmo e hospitaleiro tal qual nossos antepassados aqui, encontraram”, conclui a nota da comunidade judaica.

Da Redacao