S. Paulo – O Conselho Estadual de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra, da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, inicia as festividades de seus 30 anos de fundação, com uma celebração religiosa no domingo, 23 de fevereiro, às 10h30, na Igreja Nossa Senhora do Rosário. 

Segundo o presidente do Conselho, Marco Antonio Zito Alvarenga, o órgão foi o pioneiro na luta contra o racismo no país e serviu de incentivo para a criação de outras entidades, entre elas, a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, Conselhos Municipais e a Fundação Palmares. 

“Ao realizarmos essa atividade religiosa, reafirmaremos nossa luta pela igualdade em todos os campos, especialmente na liberdade de expressão religiosa”, disse Zito. 

Após a celebração, haverá um cortejo com a participação das irmandades do Rosário e de São Benedito e sacerdotes da Religião de Matrizes Africanas até a sede do Conselho. 

Sobre o conselho 

Criado para atender as demandas e reivindicações dos movimentos negros organizados, é o primeiro de âmbito estadual. O conselho foi Instituído em 11 de maio de 1984, no governo Franco Montoro.  Durante quase três décadas, foram concretizadas várias ações, entre elas a criação da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), capacitação de mais de 16 mil professores da rede pública para o ensino da história da África e da Cultura Afro-brasileira na educação básica. 

Serviço: Missa 
Data: 23 de fevereiro de 2014 
Horário: 10h30 
Local: Irmandade Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos 
Endereço: Largo do Paissandu

 

Da Redacao