Itapecerica da Serra/SP – O sacerdote e jornalista Walmir Damasceno, presidente do Instituto Latino-Americano de Tradições Afro-Bantu (ILABANTU) e o Secretário Geral da entidade, advogado Antonio Sérgio Santos Rabêllo, enviaram comunicado  a Redação de Afropress manifestando satisfação pelas inovações e mudança no layout do veículo.

Confira, na íntegra, o comunicado

"Todos os meios de manifestação cultural que se abram para as minorias são de vital importância para o desenvolvimento da democracia e do respeito humanos.

O novo layout da Afropress tornou a agência mais visível e incrementou sua interatividade.

Os movimentos de luta pela igualdade e visibilidade da população negra precisam sair da postura ainda tímida e assumir uma participação maior na vida social e política nacional.

Necessária a reflexão e luta em todas as áreas em que ainda prevalecem as atitudes discriminatórias, notadamente, o campo religioso que em especial no Estado de São Paulo, vem sofrendo

Graves desrespeitos, haja vista a interferência do poder público nos terreiros de candomblé através da proibição do abate de animais. As tensões acerca dos princípios constitucionais que garantem

Liberdade de culto e liberdade de expressão religiosa, com a legislação que vem permitindo tamanha aberração antidemocrática, sugere uma discussão que fatalmente desembocará no Supremo Tribunal Federal,

Isso depende dos legitimados para propor a ação de inconstitucionalidade, terem o peito e coragem de se mobilizarem em favor da liberdade de crença dessa importante raiz cultural, religiosa dos povos negros, que é o candomblé".

Instituto Latino Americano de Tradições Afro-Bantu (ILABANTU)

Walmir Damasceno dos Santos

Taata Kwa Nkisi Katuvanjesi

Diretor-Presidente

Antonio Sergio Santos Rabêllo

Taata Mukwanzilê, advogado

Secretário-Geral

 

Walmir Damasceno