S. Paulo – O ex-palmeirense Danilo, atualmente na Itália, onde joga pela Udinese, foi condenado a um ano de prisão ou a pagar 540 salários mínimos, pela 18ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça de S. Paulo, acusado de racismo pelo zagueiro Manoel, do Atlético Paranaense, num jogo da Copa do Brasil, em 2010.

Danilo chegou a cuspir na cara do jogador paranaense e o xingou de macaco. Após o jogo Manoel prestou queixa na Delegacia.

A pena, que chega a mais de R$ 350 mil, não é a primeira que o jogador sofre pelo mesmo episódio. Ele pegou 11 jogos de suspensão pela Justiça Desportiva. Em 2011, na esfera cível, o zagueiro teve de pagar cerca de R$ 6 mil para uma instituição de caridade. Ainda cabe recurso da decisão.

 

 

Da Redação, com informações da Rádio Jovem Pan