Sonhei com uma Escola da igualdade, da liberdade, da fraternidade, um lugar do saber, das emoções, e com ajuda de todos os meus companheiros e companheiras do Olodum iniciamos a jornada das nossas vidas. A Escola criativa Olodum sempre foi uma prioridade para mim e a organização Olodum.
Por onde andamos com a Escola Olodum ouvimos falar de lideres negros homens e mulheres que deram suas vidas pela luta contra o racismo. Seguimos o caminho das estrelas de Agostinho Neto de Angola, seguimos o caminho da cultura de Amilcar Cabral da Guiné e Cabo Verde, seguimos com caminho do enfermeiro Samora Machel de Moçambique, Os pais fundadores da Escola Olodum.
Com seus conceitos de luta, vibrações positivas marcaram a trajetória da nossa vitoriosa experiência de liberdade, todas as vezes que o Olodum precisa crescer, nos juntamos em torno da Escola Olodum. Inspirada nas Escolas D’África, de rua, da Universidade de Tombuctu a primeira Universidade do Mundo, e as salas públicas de aprendizados coletivos, a Escola do Olodum é uma escola da vida, do saber e do conhecimento diverso.
Hoje o Pelourinho está em festa, com a celebração de uma idéia de todos nós do movimento negro brasileiro e das pessoas cujas identidades são contra o racismo ao longo deste tempo. Pessoas que sonham com a aventura de viver e na solidariedade entre pessoas, povos e culturas.
Hoje longe da minha cidade do Salvador, a Roma Negra, choro de alegria, por ter ajudado a construir a escola que será um dia a Universidade da igualdade racial no Brasil. A primeira Escola Criativa dos afro brasileiros numa zona libertada do povo negro. O Pelourinho lugar da passagem para a nossa liberdade e igualdade. Ali travaremos a batalha final contra a opressão assim como nossos antepassados fizeram e nos deram o legado da consciência negra.
Avante Olodum, Um só povo, Uma só nação
Escola Criativa Olodum
Uma escola do conhecimento afro brasileiro
Liberdade – Igualdade – Fraternidade

João Jorge Santos Rodrigues – Presidente do Olodum