S. Paulo – Até o mês de Agosto o mandato do deputado estadual José Candido (PT/SP), já havia coletado duas mil assinaturas no Abaixo Assinado pela aprovação do Estatuto da Igualdade Racial e do Projeto de lei nº 73/99, que estabelece cotas nas universidades federais para alunos oriundos da escola pública, afro-descendentes e indígenas.
As listas foram entregues pelo assessor jurídico, advogado Sinvaldo Firmo que é a pessoa do mandato responsável pela organização da coleta das assinaturas, ao coordenador do Fórum São Paulo da Igualdade Racial, responsável pela campanha, Frei Leandro. Este Fórum reúne-se todas as terças-feiras na sede da Educafro.
A estratégia adotada pelo mandato é a coleta das assinaturas pelos assessores nas regiões onde militam, sendo cada um responsável por um determinado número de listas, com data determinada para entregá-las preenchidas.
Este trabalho tem sido feito em eventos diversos como palestras e seminários, além de escolas, universidades e residências.
A reação das pessoas têm sido muito positiva, principalmente dos estudantes do ensino médio, das escolas públicas. Nestes locais geralmente as listas não acabam faltando por conta do interesse manifestado pelos alunos, em especial a juventude negra e pobre. Segundo Sinvaldo, algumas listas chegam a ser assinadas no verso pelos estudantes que não “querem perder a oportunidade de colaborar na aprovação dos projetos”.
As 100 mil assinaturas serão entregues ao Congresso Nacional, em Brasília, no dia 27 de Setembro, pelos membros do Fórum São Paulo da Igualdade Racial.

Da Redacao