S. Paulo – O deputado José Cândido (PT-SP) – o único deputado negro eleito em S. Paulo nas eleições de outubro – disse que quer ser um instrumento de trabalho para a comunidade negra paulista. “Eu preciso da ajuda de vocês, por exemplo, na organização do SOS Racismo”, disse, em reunião informal com algumas lideranças negras nesta sexta-feira (02/03).
O SOS Racismo é um Serviço instituído pela Assembléia de S. Paulo para receber denúncias de discriminação. Cândido toma posse no dia 15 de março. São Paulo é o Estado com maior população negra do país em números absolutos – cerca de 12,5 milhões de afrodescendentes, segundo dados da Fundação Seade.
A reunião foi sugerida pelo editor de Afropress, jornalista Dojival Vieira, que pediu a Cândido um espaço na agenda para uma troca de idéias. Durante o encontro, o editor de Afropress explicou que o Movimento Brasil Afirmativo, do qual faz parte, propõe a organização e a mobilização de todos os negros e negras, independente de Partidos, com autonomia em relação ao Estado e abertura para todos os setores da sociedade, independente de cor, em torno de uma agenda soberana visando a superação do racismo no Brasil.
Ele propôs ao deputado reuniões periódicas com a participação aberta para discussão dos problemas que afetam a população negra de S. Paulo. Foram sugeridas quatro reuniões durante este ano, a primeira já agendada por Cândido para o dia 14 de abril (sábado), às 10h, na Assembléia Legislativa.
Participaram da reunião, além do editor de Afropress, os ativistas, Maria Aparecida e João Batista, militantes do Movimento Sindical.

Da Redacao