S. Paulo – O Governo de S. Paulo faz mais uma tentativa de emplacar o Selo Paulista da Diversidade em um ato no Palácio marcado para as 15 horas desta terça-feira (18/08), em que é anunciada a presença do governador José Serra.
O ato de entrega de certificados de adesão ao Selo a 24 empresas, cujos nomes não foram divulgados, acontece exatamente dois anos depois do lançamento da iniciativa, em agosto de 2.007. Na ocasião, Serra destacou a importância do projeto, afirmando que teria peso “junto às organizações, aos produtores e aos prestadores de serviços, por afirmar publicamente o seu compromisso com a causa da diversidade”.
O Selo Paulista é uma cópia do Selo Diversidade Cidade de S. Paulo criado em agosto de 2.006, por iniciativa do jornalista Dojival Vieira, à época presidente da Comissão de Intersecretarial de Monitoramento e Gestão da Diversidade da Secretaria do Trabalho da Prefeitura, em conjunto com empresas e organizações da sociedade civil, entre as quais o Instituto Ethos de Responsabilidade Social, a Comissão do Negro e Assuntos Anti-Discriminatórios da OAB/SP e o Sindicato dos Comerciários de S. Paulo, entidade pioneira na defesa da política de cotas no mercado de trabalho.
Em novembro, o prefeito Gilberto Kassab institucionalizou a iniciativa por meio do decreto 47.911 e, em março de 2.007, 39 empresas e organizações da sociedade civil receberam o Selo, depois de assinarem o Pacto pela Valorização da Diversidade de Gênero e de Raça no Trabalho.
Após a primeira edição, com as mudanças de titulares na Secretaria do Trabalho e a saída do jornalista da coordenação da CIM-Diversidade, substituído pelo técnico João Carlos Benício, exonerado em junho passado, a iniciativa não se repetiu nos anos seguintes.
Proposta
O Selo criado pelo governador José Serra segue as linhas gerais do Selo criado pelo Município e tem como objetivo destacar organizações públicas, privadas e da sociedade civil que desenvolvam programas, projetos e ações de promoção e valorização da diversidade – seja de etnia, de gênero e cultural – nos ambientes de trabalho e em suas áreas de atuação.
A coordenação do Selo Paulista é do ex-secretário do Trabalho do Município, Gilmar Viana, titular da Coordenadoria de Articulação Institucional, ligada a Secretaria de Relações Institucionais, chefiada pelo Secretário José Henrique Reis Lobo, recentemente envolvido na polêmica com setores do Movimento Negro, em que afirmou – declarações que seriam posteriormente negadas – de que “ações afirmativas, só deveriam ser esperadas em 500 anos”.
Veja o video de lançamento do Selo em novembro de 2006
https://www.afropress.com/tvAfropressVer.asp?idMovie=29
Veja as empresas e entidades que participaram da elaboração do Selo Diversidade Cidade de S. Paulo, pioneiro no Brasil, entre agosto e novembro de 2.006.
1.SECRETARIA DO TRABALHO DO MUNICÍPIO (CIM-Diversidade – SMTrab)
2.INSTITUTO ETHOS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
3.INSTITUTO BRASILEIRO DE DIVERSIDADE (IBD)
4.ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO
5.SEPPIR – SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL
6.INSPIR – INSTITUTO SINDICAL LATINO AMERICANO PARA A IGUALDADE RACIAL
7.SPM/PR – SECRETARIA ESPECIAL DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES/ PR.
8.FIESP – FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE S. PAULO
9.FUNDAÇÃO SEADE
10.SINDICATO DOS JORNALISTAS – SP
11.SEBRAE – SP
12.CONSELHO ESTADUAL DA CONDIÇÃO FEMININA DE SÃO PAULO
13.SINDICATO DOS COMERCIÁRIOS DE S. PAULO
14.CEERT – CENTRO DE ESTUDOS DAS RELAÇÕES DO TRABALHO E DESIGUALDADES
15.GELRE
16.FALA PRETA – ORGANIZAÇÃO DE MULHERES NEGRAS
17.REDE EDUCAFRO
18.GRUPO PÃO DE AÇÚCAR
19.NÚCLEO DA CONSCIÊNCIA NEGRA DA USP
20.KODAK BRASILEIRA
21.RODRIGO GONÇALVES ADVOGADOS E ASSOCIADOS
22.INTEGRARE
23.E & H PACHECO CONSULTORIA
24.CEABRA
25.COOPERAFRO FALA PRETA!
26.ASSOCIAÇÃO RECREATIVA E CULTURAL AFRO -BRASILEIRA (ARCAB)
27.DÁ PRÁ IR (OSCIP)
28.FEDERAÇÃO DAS MULHERES DO BRASIL
29.CETB – CONSELHO ESTADUAL DO TRABALHO
30.ASSOCIAÇÃO DA ANEMIA FALCIFORME – AAFESP
31.FEDERAÇÃO DAS MULHERES PAULISTAS
32.SINSAUDE – FILIADO A CGT
33.KEY ASSOCIADOS
34.COORDENADORIA DA MULHER (PMSP)
35.BANCO ABN AMRO REAL
36.GIFE- GRUPO DE INSTITUTOS, FUNDAÇÕES E EMPRESAS
37.SOCIEDADE SANTOS MÁRTIRES – CASA SOFIA
38.PRESENÇA DA AMERICA LATINA
39.MUDANÇA DE CENA
40.SINDICATO SAÚDE CPS
41.SERVIÇO PASTORAL DOS MIGRANTES
42.ITTC – INSTITUTO TERRA, TRABALHO E CIDADANIA
43.HOSPITAL DO SERVIDOR PÚBLICO MUNICIPAL
44.CGTB – STÚDIO BRASIL
45.CASD-SAS – VILA PRUDENTE
46.SINDICATO DE PROCESSAMENTO DE DADOS – SINDPD
47.CENTRO ACADÊMICO PROF. DR. JARBAS VARGAS NASCIMENTO – UNIPALMARES
48.SENAC – SP
49.SESC – SP
50.CONSELHO DA COMUNIDADE NEGRA DO ESTADO DE SÃO PAULO
51.BJDNET – BRAGANÇA – JORNAL DIÁRIO
52.COMISSÃO MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS
53.SUBPREFEITURA VILA MARIANA
54.IBM
55.SPTRANS – SÃO PAULO TRANSPORTE
56.CONAD – COMISSÃO DO NEGRO EM ASSUNTOS ANTIDISCRIMINATÓRIOS
57.EMURB – EMPRESA MUNICIPAL DE URBANIZAÇÃO
58.BANCO ITAÚ
59.FERSOL E CIVES
60.FUNDAÇÃO SEADE
61.SEMPLA
62.PORTAL AFRO
63.CONE – COORDENADORIA DOS ASSUNTOS DA POPULAÇÃO NEGRA
64.FLOR DA IDADE
65.SUBPREFEITURA LAPA
66.SECRETARIA MUNICIPAL DE ESPORTES
67.SECRETARIA DA HABITAÇÃO
68.PROJETO OPÇÃO BRASIL (ÍNDIOS NA CIDADE)
69.ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO- SOS RACISMO
70.GRUPO OKUN
71.CEERT – CENTRO DE ESTUDOS DAS RELAÇÕES DO TRABALHO E DESIGUALDADES
72.CGT- CONFEDERAÇÃO GERAL DOS TRABALHADORES
73.DIEESE – DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTATÍSTICA E ESTUDOS SÓCIO- ECONÔMICOS
74.MOVIMENTO BRASIL AFIRMATIVO
PNBE- PENSAMENTO NACIONAL DAS BASES EMPRESARIAIS
75.SÃO PAULO TURISMO S/A
76.AMES – ASSOCIAÇÃO PREVENTIVA A FAMÍLIA
77.INSTITUTO DE AJUDA AO ALUNO CARENTE
78.EEB -ESPAÇO EMPREENDEDOR BRASILEIRO

Da Redacao