PALMAS/TO – Convidado pelo Movimento dos Direitos Humanos (MedhTO), o editor de Afropress, jornalista Dojival Vieira, participa nesta segunda-feira (07/03) a partir das 20h de debate sobre o tema “Racismo, tortura e abuso de poder contra juventude negra no Tocantins”.

Promovido pelo Movimento Estadual de Direitos Humanos, o evento tratará de casos recentes de violência contra jovens negros praticados pela Polícia e  pela Guarda Metropolitana de Palmas, capital do Estado.

Haverá transmissão ao vivo pelas páginas do Facebook e Youtube da entidade.

Além do editor de Afropress, participarão Cristian Trindade Ribas, advogado e ativista de Direitos Humanos; Matheus Gabriel Chaves Rodrigues, estudante do curso de Gestão Pública; Fátima Dourado, advogada e assessora do MedhTO.

Também farão intervenções Naiara Mascarenhas, assistente social e membra do movimento EneGrecer; Paulo Cézar Carbonari, que é coordenador do Movimento Nacional de Direitos Humanos e a Luz Arinda Malves, advogada e ex-perita do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura.

Segundo a coordenadora do MedhTO, Maria Vanir Ilídio, o evento tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade e do poder público para a urgência de se acabar com a violência e mortes de adolescentes e jovens.

Maria Vanir ressalta que “não se pode associar os índices de violência a instituições que operam a força de segurança, mas que estas não devem operar com estratégias de policiamento baseadas em critérios raciais e em preconceitos sociais”.

Para a coordenadora, “casos de violência racial e tortura, como o que aconteceu recentemente contra o jovem Vinicius Lucas, que foi agredido por guardas metropolitanos de Palmas, não podem ficar impunes”.

Debate on line poderá ser assistido pela página do Facebook (https://facebook.com/medhtocantins) e no Youtube (https://www.facebook.com/MedhTocantins) do Medh-TO.