Duque de Caxias/RJ – O educador e militante negro carioca Roberto Delanne continua desaparecido. Ele saiu de casa, no dia 17 de março, por volta das 19h, depois de um assalto.
Estava de bermuda e na companhia de três senhores, um dos quais morava no quitinete construído pelo educador.
A ocorrência foi registrada na 62ª Delegacia de Duque de Caxias, no dia 19 de março. Informações sobre o paradeiro de Delanne podem ser feitas por meio dos telefones (021) 3399-5235 e (021) 3399-5233.
O Fórum Mundial de Educação de Nova Iguaçu lançou neste final de semana campanha “Quero ajudar a trazer Delanne de volta”, com manifesto assinado por dezenas de lideranças e personalidades negras de todo o Brasil. “DELANNE é um educador e, sempre defendeu a educação como forma de justiça e de luta por uma verdade que nos negam, que nos roubam, que nos pretendem fazer esquecer. NADA EXPLICA A MORTE e o ASSASSINATO. Nada pode explicar a bárbarie de grupos de extermínio que atuam de forma impune em nossas cidades marcadas pela violéncia,a exclusão, a segregação e a indiferença assassina dos grupos de poder. Não aceitaremos a tese do crime perfeito ou crime sem castigo”, alerta o manifesto, que exige o reaparecimento com vida do educador.

Da Redacao