S. Paulo – No primeiro encontro de candidatos promovido pela Educafro – a maior rede de cursinhos pré-vestibulares para negros do país – como parte das iniciativas para estimular o voto em candidatos negros e antirracistas, 16 postulantes à Assembléia Legislativa de S. Paulo, assinaram a Carta Compromisso se comprometendo com a defesa das cotas e ações afirmativas, entre outras bandeiras de interesse da população negra.
Entre os candidatos estavam três parlamentares – os deputados Simão Pedro, José Cândido e Carlos Neder, todos do PT, e o vereador Anderson Silva, de Francisco Morato, do mesmo partido – e um ex-parlamentar, o ex-deputado Sebastião Arcanjo. A cantora Leci Brandão, candidata pelo PC do B, participou do início das apresentações, porém, teve de sair por conta de compromisso anteriormente agendado.
Para o Frei David Raimundo dos Santos, diretor executivo da Educafro, o debate de candidatos, “foi extremamente rico e importante como um chamado à conscientização e ao voto negro nas eleições de 3 de outubro”. Segundo Frei David, o nível de interesse ficou demonstrado pelas dezenas de perguntas encaminhadas pela platéia, formada por cerca de 200 estudantes e ativistas que lotaram a sede da entidade. No dia 15 de agosto a sabatina será feita a candidatos a deputados federais.
Partidos
Além de candidatos do PT e do PC do B – em maioria, com sete e quatro, respectivamente – o debate, que começou às 19h e terminou por volta das 22h, na sede da Educafro à Rua Riachuelo, centro de S. Paulo – contou com a participação de dois candidatos do PV e um do PTB, um do PDT e um do PSOL.
O jornalista e advogado, Dojival Vieira, editor da Agência Afroétnica de Notícias, que também é candidato a deputado estadual, participou do debate e colocou à Afropress à disposição de todos os candidatos comprometidos com a causa antirracista, independente de Partidos. “É a forma que a Afropress adotou para estimular o voto em candidatos negros e comprometidos com o combate ao racismo e a exclusão”, afirmou.
O jornalista lembrou que S. Paulo tem 12,5 milhões de afro-brasileiros – 30,6% da população do Estado – e é preciso aumentar a representação de parlamentares negros e também daqueles que assumirem em suas agendas, o combate ao racismo – elemento estruturante da desigualdade social brasileira.
Confira os nomes dos participantes do debate promovido pela Educafro
Anderson Silva – PT
Biula – PSOL
Carlos Neder – PT
Dojival Vieira – PC do B
Elenice Galvão – PV
Elisabeth Ferreira – PV
Evaristo dos Santos Pinto – PDT
José Cândido – PT
Joaé Walber Monteiro – PCB
Leci Brandão – PC do B
Marcionila Aparecida dos Santos – PT
Maura Augusta – PC do B
Maurício Ludovico dos Santos – PTB
Sebastião Arcanjo (Tiãozinho) – PT
Simão Pedro – PT
Tarcísio – PT

Da Redacao