S. Paulo/Capital – Começou no sábado (04/12) com apresentação de teatro e música na Vila Itororó, e se estende até sexta-feira, (10/12) – Dia Internacional dos Direitos Humanos, o Festival de Direitos Humanos, promovido pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) da Prefeitura de São Paulo. Em sua 9ª Edição, a programação mescla atrações presenciais e virtuais que incluem a participação da premiada escritora Conceição Evaristo, um dos maiores talentos da literatura nacional.

Durante o festival o público poderá participar de cine debates, oficinas, paineis e conferir exposições fotográficas de temas relacionados à garantia de direitos fundamentais e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela Organização das Nações Unidas  (ONU). Todas as atividades são gratuitas, e presença, em muitas delas, dá direito a certificados de participação que podem valer como créditos complementares em instituições de ensino.  

A abertura aconteceu no sábado (04/12), no Centro Cultural Vila Itororó, e contou com uma apresentação de teatro e shows de música. Este ano o Festival segue o tema do aprofundamento das desigualdades no contexto da pandemia, com uma proposta de atividades descentralizadas, que se espalham pela cidade. Os prêmios Nelson Mandela, Dom Paulo Evaristo Arns e o Alceri Maria Gomes, três das principais premiações de Direitos Humanos da cidade de São Paulo, serão entregues dentro da programação do evento. 

 “Celebrar a promoção e a defesa dos direitos humanos é essencial para seguirmos fortes em nosso propósito de construir uma São Paulo mais humana, e se reveste de maior importância no nosso momento atual, que tem o aumento das desigualdades sociais como um dos principais reflexos da pandemia”, afirma Claudia Carletto, Secretária Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. “Por meio da arte, oficinas de formação, da troca de conhecimentos e vicências, o Festival estimula a conscientização e a participação social dos paulistanos”, conta. 

Outro destaque da programação é a exposição fotográfica “Idade: Vidas em Atividade”, que retrata pessoas idosas participantes de serviços da Prefeitura de São Paulo com foco no envelhecimento ativo, registradas pelas lentes do fotógrafo Piti Reali. A exibição fica em cartaz na Praça das Artes (06 a 10/12), espaço que também recebe um painel sobre o Programa Recorda SP, iniciativa de valorização da pessoa idosa da cidade de São Paulo, com objetivo de resgatar e registrar experiências e memórias. 

 O que é o Festival de Direitos Humanos 

 Esta é a nona edição do Festival dos Direitos Humanos, que é desenvolvido desde 2013 pelo Departamento de Educação em Direitos Humanos da SMDHC. O evento tem como objetivo ressaltar a importância da participação cidadã na temática da garantia de direitos e acompanhamento de políticas públicas.  

A realização do Festival também celebra o Dia Internacional do Direitos Humanos, comemorado em 10 de dezembro. Nesta data, em 1948, a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, documento elaborado quando o mundo se recuperava dos efeitos do conflito da Segunda Guerra Mundial.
A inscrição para obter os certificados de participação deve realizada no formulário disponível aqui. 

Confira a programação completa do 9º Festival de Direitos Humanos e Cidadania. 

4/12 – Abertura do Festival de Direitos Humanos:

CERIMÔNIA | Abertura do 9º Festival de Direitos Humanos 
Horário: 18h 
Local: Centro Cultural Vila Itororó (R. Maestro Cardim, 60 – Bela Vista) 

TEATRO | As Mulheres dosCabelos Prateados
Horário: 19h 
Local: Centro Cultural Vila Itororó (R. Maestro Cardim, 60 – Bela Vista) 

Sinopse: Durante a ditadura militar brasileira, com a expansão espacial dos seres humanos, as mulheres Zurk, alienígenas de cabelos prateados habitantes da Lua, passam a temer uma guerra, mas, por serem justas, decidem fazer uma investigação antes de desintegrar a humanidade. Enviam para o Brasil a relatora Zarka, com a missão de narrar a vida dos terráqueos. Ao se deparar com um ato de mulheres dançando em praça pública pela memória de mortos e desaparecidos, ela tenta entender os absurdos daquele contexto, e é através do seu olhar que conhecemos Nilze, Jacira, Dilinda e Márcie, personagens inspiradas em acontecimentos da vida de mulheres reais apagadas da história. 
Ficha Técnica: Camilla Flores, Carlota Joaquina, Gabrielle Araújo e Silmara Deon.  

Trilha Sonora e Discotecagem Ao Vivo: DJ Evelyn Cristina 

Direção: Ave Terrena e Georgette Fadel 

Dramaturgia: Ave Terrena 

Produção: Caboclas Produções  

SHOW | DJ Leandro Pardi
Horário: 20h 
Local: Centro Cultural Vila Itororó (R. Maestro Cardim, 60 – Bela Vista) 

6/12 (segunda-feira) – 1º Dia do Festival de Direitos Humanos 

PAINEL | Projeto Recorda SP como motor da valorização da pessoa Idosa
Horário: 9h00 
Local: Praça das Artes I Sala do Conservatório (Av. São João, 281 – Centro Histórico de São Paulo)
Breve descrição: Especialista discutem o Projeto Recorda SP, iniciativa de valorização da pessoa idosa, com objetivo de resgatar, registrar e utilizar histórias e experiências dos idosos em atividades e ações que promovem o envelhecimento ativo. A prefeitura quer ouvir as histórias e vivências da população 60+ e registrar o conteúdo para, a partir dos relatos, desenvolver ações de protagonismo do idoso e intergeracionalidade nos serviços municipais.
Participação:
Andrea de Sousa: Secretaria Adjunta de Cultura – SMC
Renato Cintra: Coord. de Políticas para Idosos – SMDHC
Tina Cruz: Coord. do Polo Cultural da Terceira Idade -SMDHC
Dineia Cardoso: Coord. Vem Dançar – SEME
Rosa Maria Marcucci: Coord, Atenção à Saúde do Idoso – SMS
Cida Souza Presidente do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa  Idosa  

EXPOSIÇÃO | Ensaio fotográfico: Idades. Vidas em Atividade
Estreia: Segunda-feira (6/12), às 11h00 – após o Painel
Local: Praça das Artes I Sala de Exposições (Av. São João, 281 – Centro Histórico de São Paulo)
Horários: De 6 a 10/12, das 08h00 às 18h00
Breve descrição: O ensaio fotográfico “Idades. Vidas em Atividade” traz retratos de pessoas idosas participantes de serviços da Prefeitura de São Paulo com foco no envelhecimento ativo, clicadas pelo fotógrafo Piti Reali. 

OFICINA | Exercendo nossa participação social: construindo uma São Paulo mais sustentável
Horário: 10h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Guilherme Lamana
Breve descrição: Para garantir uma sociedade futura com um desenvolvimento sustentável é fundamental conhecer os mecanismos de reivindicação e expressão das demandas, das suas localidades e conhecimento de uma relação mais saudável com seu entorno.
Formulário de inscrição: http://bit.ly/GovernoAbertoODS 

SOLENIDADE | Entrega do Prêmio Nelson Mandela
Horários:  19h00
Local: Aristocrata Clube (Av. Piassanguaba, 3049 – Planalto Paulista, São Paulo – SP)
Breve descrição:Premiação realizada pela Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), por meio da sua Coordenação de Promoção da Igualdade Racial (CPIR), o Prêmio Nelson Mandela destaca iniciativas comprometidas com os direitos da população negra e dos demais grupos étnico-raciais no município de São Paulo, desenvolvidas por associações, fundações, organizações não governamentais, núcleos religiosos ou artísticos, com atuação e sediados no município de São Paulo há pelo menos um ano. 

 7/12 (terça-feira) – 2º Dia do Festival de Direitos Humanos 

AÇÃO CULTURAL | Contação de Histórias 
Horário: 10h 
Local: Centro Cultural Municipal da Juventude Ruth Cardoso (Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 – Vila dos Andrades)
Breve descrição: Atividade voltada ao público infanto-juvenil, promovida pelo projeto Contadores de Histórias da EMEF Altino Arantes. O grupo dramatiza 3 contos africanos, misturando a leitura encenada com música brasileira. 

OFICINA | Gestão de Projetos Sustentáveis – Ferramentas para colocar a AGENDA 2030 em ação!
Horário: 10h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Anita Valente
Breve descrição: A partir do uso de ferramentas de gestão de projetos, iremos apresentar na prática como planejar e inserir medidas sustentáveis na sua iniciativa. Através da Agenda 2030, serão apresentadas ferramentas que ajudem a você a planejar e acompanhar os resultados da implementação de projetos tragam impacto positivos.
Formulário de inscrição: https://forms.gle/z6htefbPMGrYeBvD7  

ATIVIDADE CULTURAL | Década do Envelhecimento Saudável 

Horário: 15h 

Local: Polo Cultural da Terceira Idade (R. Teixeira Mendes, 262 – Cambuci) 

Breve descrição: Apresentação artística de peça/jogral temático, seguido por uma roda de conversa sobre o tema da Década do Envelhecimento Saudável. 

ATIVIDADE CULTURAL | Documentário “À Margem da Imagem”+ Debate
Horário: 14h 
Local: CISARTE (Viaduto Pedroso, 111 – Bela Vista, São Paulo – SP)
Breve descrição: apresentação do documentário “À Margem da Imagem”, que fala sobre as rotinas de sobrevivência, o estilo de vida e a cultura das pessoas em situação de rua de São Paulo, abordando temas como exclusão social, desemprego, loucura, religiosidade e, como sugere o próprio título, o roubo da imagem dessas comunidades, promovendo assim uma discussão ética dos processos de estetização da miséria. Depois da exibição, a Coordenação de Políticas para População em Situação de Rua da SMDHC realizará um debate com os participantes sobre o tema da produção. 

ATIVIDADE CULTURAL | Filme “Selvagem” + Apresentação Artística de Slam (duelo de poesia rimada) 
Horário: 15h 
Local: Centro Cultural Municipal da Juventude Ruth Cardoso (Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 – Vila dos Andrades)
Breve descrição: exibição do filme “Selvagem”, produção nacional que integrou a seletiva à vaga de filme internacional no Oscar 2022. Na sequência, um debate com a presença do diretor Diego da Costa, um aluno secundarista e a mediadora Paula Alegria (Antropóloga e pesquisadora do movimento secundarista). Ao final das discussões, a slamer Bruna Mara e a DJ Juliana Andrade, ou Juju da ZL, farão uma apresentação. 

PAINEL | Racismo ambiental e a luta pela justiça climática
Horário: 17h30
Breve descrição: Realizado pela UNINOVE e contando com a presença das palestrantes Mahryan Sampaio e Scarlett Rodrigues, que juntas vão conversar sobre a interseccionalidade da luta pela justiça climática e a discriminação racial nas políticasambientais.  
Transmissão virtual: YouTube da UNINOVE 

8/12 (quarta-feira) – 3º Dia do Festival de Direitos Humanos 

PAINEL | Territórios da Memória
Horário: 10h00
Local: via Zoom
Breve descrição: Roda de conversa e apreciação de minidocumentários sobre as “Permanências da ditadura nas periferias de São Paulo”. A atividade é uma proposta da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, em conjunto com o Instituto Vladimir Herzog e o CDHEP, a partir dos materiais produzidos pelo projeto Territórios da Memória, de 2021. Por meio do mapeamento de memórias nos territórios da cidade, será trabalhado o tema de Memória, Verdade e Justiça, e as persistências de mecanismos arbitrários até os dias de hoje. Também serão exibidos os minidocs ”Lado Sul do Mapa” e “Pirituba é Assim”, com debate sobre as produções e a temática.  
Formulário de inscrição: https://forms.gle/Xy7GYYHuYip766M89  

OFICINA | Estado e Cidadania Ativa – conhecendo a estrutura estatal e resolvendo problemas do seu dia a dia
Horário: 10h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Leonardo Menezes
Breve descrição: Nesta oficina você aprenderá sobre o Estado, e as formas de participação política no município de São Paulo. Vamos construir juntos um plano de ação para resolver um problema da sua região!
Formulário de inscrição: https://forms.gle/26Xg12sZz5HLgqcv7  

OFICINA | Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Igualdade de Gênero
Horário: 14h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Ana Carolina Almeida
Breve descrição: As oficinas buscam criar, de maneira colaborativa com os participantes, diálogos que busquem reduzir desigualdades na cidade de São Paulo. Assim, esta atividade de Governo Aberto irá se concentrar na temática do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 5, de Igualdade de Gênero. Busca-se promover o debate acerca da desigualdade de gênero como empecilho para o desenvolvimento da cidade, identificando formas possíveis para alcançar essa igualdade no âmbito da participação política de mulheres, sobretudo, de mulheres negras, indígenas, transsexuais, periféricas e lideranças comunitárias.
Formulário de inscrição: https://forms.gle/FfgzPkizK6AFrxew5  

PAINEL | A Arte Drag 

Horário: 19h00 

Breve descrição: Há quem diga que muitas Drags extrapolam os limites com seus penteados volumosos e maquiagem forte. Há quem diga que elas representam o modelo padrão de mulher da sociedade. Apesar de não haver consenso, as drag queens são ícones artísticos que têm cada vez mais chamado a atenção da sociedade e de admiradores. O termo drag queen se refere a homens que se vestem de mulheres para realizar performances artísticas, dançando, dublando ou cantando. Porém, a arte de ser drag vai além da criação e da produção de uma personagem. Não se trata apenas de parecer mulher e, sim, de abraçar a ideia de feminilidade e mostrar que ela pode existir de diversas formas. 
Transmissão: canal do YouTube da coordenação LGBTI da SMDHC 

 LIVE | Direito à literatura e sua dimensão para a promoção da cidadania 

Horário: 19h 

Breve descrição: A aclamada escritora Conceição Evaristo fala sobre a representatividade negra na literatura nacional. Autora premiada, professora e ativista, Conceição usou, por diversas vezes, seus contos, crônicas, romances e poemas para, com muita ternura e sensibilidade, compartilhar olhares e histórias femininas de luta e resistência e denúncia desigualdades sociais, de gênero e de raça. 

Transmissão: canal do YouTube da SMDHC
9/12 (quinta-feira) – 4º Dia do Festival de Direitos Humanos 

OFICINA | Conselhos Populares: A Cidadania do dia a dia
Horário: 10h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Wellington Matos
Breve descrição: A população se sente incapaz, frente às decisões do poder público. Mas existe uma saída: participar. Os conselhos populares, são uma das ferramentas que possibilitam aos cidadãos uma participação ativa no processo de criação de políticas públicas em todo o país.
Formulário de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfIqeagIlvL-LoHVZkyHV50q96vQpl7a5cC0ADeHA0Sweebqw/viewform  

OFICINA | Políticas para o Envelhecimento em São Paulo: Onde estamos, para onde vamos?
Horário: 10h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Refferson Lima Silva
Breve descrição: Esta oficina propõe-se a apresentar e discutir as Políticas Públicas para o envelhecimento no Município de São Paulo. Para tanto, serão considerados os serviços, as iniciativas e os programas de diversas áreas e presentes em diferentes secretarias. Como em uma viagem ao tempo, vamos dar destaque aos marcos regulatórios de maior importância na garantia de direitos às pessoas idosas no Brasil e em São Paulo, dando luz ao que já construímos e ao que estamos construindo. Buscaremos ainda, refletir acerca de quais caminhos podemos seguir na ideia de, cada vez mais, reconhecer a relevância desse grupo populacional em nossa sociedade. Ao longo da discussão traremos a relação entre idosos e a pandemia por COVID-19, vacinação, SUS, SUAS, trabalho, renda e idadismo.
Formulário de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSchTRJPmeKtqn8nsA3L_L6vieQ8TGi64toPiotK5W-bN-6_Tw/viewform  

OFICINA | Território, memórias e identidade
Horário: 14h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Suerda Deboa 
Breve descrição: A oficina irá habilitar os participantes a desenvolver conceitos introdutórios sobre territórios, cultura e meio ambiente na periferia da cidade de São Paulo. Discutindo as possibilidades de transformação tendo como bases a justiça social e as questões ambientais, reconhecendo as possibilidades e as limitações.
Formulário de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScdn7-Av_olqURLU12LL4AD_f8fUFfeLq3PnzujRY4XlQ_JXw/viewform  

ATIVIDADE CULTURAL | A realidade dos homens trans na Cidade de São Paulo 

Horário: 16h00 

Breve descrição:Exibição do documentário “O Outro Lado – Corpos”, com direção de Heitor Werneck, seguido de debate com a participação do diretor. 

Transmissão virtual: canal do YouTube da coordenação LGBTIda SMDHC 

10/12 (sexta-feira) – 5º Dia do Festival de Direitos Humanos 

OFICINA | Tecnologia 60+: Aprenda a participar da sua cidade com o app SP156
Horário: 14h00
Local: via Google Meet
Apresentação: Lilian Cliquet
Breve descrição: Oferecer às pessoas 60+ uma oportunidade de utilizar a tecnologia promovendo autonomia, maior acesso aos serviços online da cidade além de incentivar a participação social. Solicitações, reclamações e obter esclarecimentos relacionados à cidadania é essencial para construção de uma cidade melhor. Conhecer o Aplicativo SP156 é participar da nossa cidade.
Formulário de inscrição: https://forms.gle/Ttbc4Xofn4XaNQtv8  

ATIVIDADE CULTURAL | Visita cultural à territórios indígenas
Horário de saída: 8h, na Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (R. Líbero Badaró, 119 – Sé, São Paulo) 

Horário de retorno: Por volta das 16h, na Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (R. Líbero Badaró, 119 – Sé, São Paulo)
Inscrição: vagas limitadas, por ordem de inscrição no formulário online https://forms.office.com/r/MhHh1v9dff 
Breve descrição: visita a Aldeia Guarani Tekoa Kalipety – Terra Indígena Tenondé Porã. A programação terá uma apresentação artística, roda de conversa, exposição de artesanato e passeio pela aldeia. 

PAINEL | Lançamento do glossário: Coletivo de enfrentamento ao idadismo
Horário: 15h00
Breve descrição: O Glossário é uma iniciativa da Longevida, consultoria na área do envelhecimento, idealizado como uma das ações da Campanha de Enfrentamento ao Idadismo “Lugar de pessoa idosa é onde ela quiser”, lançada em outubro de 2021. A publicação conta com importantes parcerias: Prefeitura do Recife, por meio da Gerência da Pessoa Idosa; Universidade Federal de Pernambuco (UFRPE); Grande Conselho Municipal do Idoso de São Paulo; Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos de São Paulo; Casa Vovó Bibia de Apoio à Família, também de Recife (PE), e o Movimento Atualiza. 

Transmissão virtual: YouTube do Instituo Longevida 

SOLENIDADE | Encerramento do 9º Festival de Direitos Humanos
Horários:  18h30
Local: Museu Brasileiro de Escultura e Ecologia – MuBE (R. Alemanha, 221 – Jardim Europa)
Breve descrição:Evento de encerramento do Festival, quando serão entregues o Prêmio Dom Paulo Evaristo Arns, que reconhece pessoas de físicas ou jurídicas que se destacaram na promoção e na defesa dos Direitos Humanos na capital paulista, e o Prêmio Alceri Maria Gomes da Silva, uma homenagem do município de São Paulo a pessoas físicas ou jurídicas que se destacaram na preservação da memória histórica e construção pública da verdade acerca das violações aos direitos humanos cometidas, em especial, durante o período da ditadura militar. Durante o evento também será lançado o Observatório de Direitos Humanos. Encerramento com show da banda Cordel Viajante. 

Informações para a imprensa: 

Assessoria de Comunicação da SMDHC 

E-mail: [email protected] 

Telefone: +55 (11) 2833-4160/4174/4175/4176 ou 4210