S. Paulo – Está tudo pronto para o Carnaval, em S. Paulo e no Rio, onde alguns blocos iniciaram a folia pelas ruas da cidade já nesta quinta-feira. Nesta sexta-feira (16/02), acontece o desfile das escolas de Samba do Grupo Especial, no Anhembi.
Tanto em S. Paulo, quanto no Rio, as polícias planejaram esquemas de reforço de policiamento. No Rio, ainda sob o trauma provocado pela morte do garoto João Hélio Fernandes Vieites, 6 anos, 30 mil homens distribuídos em todo Estado a partir de amanhã, cuidarão da segurança. No sábado, o menino foi homenageado pela Portela, em seu ensaio técnico.
Também a partir de sexta-feira a Polícia Militar de São Paulo reforça o policiamento com cerca de 44 mil homens em todo Estado. Somente para a região do Anhembi, onde fica o sambódromo, serão cerca de 5.000 policiais. Destes, 1.200 dentro da área da passarela do samba.
Da Polícia Civil, o reforço do policiamento será de cerca de 9.200 policiais. Na cidade de São Paulo serão 2.360 policiais.
Carnaval de rua
No domingo, 18/02, a União das Escolas de Samba Paulistanas, que também organiza o Carnaval de Bairros, fará o ato oficial de abertura das atividades de rua, na Avenida Guilherme Cotching, com o desfile do Grupo I de Blocos carnavalescos, no bairro da Vila Maria.
O desfile será aberto pelo Bloco “Não Empurra que é Pior”, programado para as 22 horas. Segundo a presidente da UESB, Edléa dos Santos, os desfiles ocorrerão simultaneamentee, no Butantã, na Vila esperança e em Interlagos.

Da Redacao