Porto Alegre – O auditório Dante Barone da Assembléia Legislativa será palco, nesta sexta-feira, 12/08, das 8h30min às 18 horas, do III Seminário Estadual “Caminhando para a Igualdade Racial”. A proposta do evento é intensificar a sensibilização da sociedade brasileira para as políticas de reparação do povo afro-brasileiro.
Organizado pela Subcomissão Permanente da Igualdade Racial e Inclusão do Senado Federal, Assembléia Legislativa do RS, Movimento Negro do Rio Grande do Sul, 60 entidades ligadas às questões da população afro-brasileira, Centro de Integração Paulo Paim – CIPP, o III Seminário Estadual tem como objetivo refletir a respeito das políticas públicas necessárias para a promoção da igualdade racial.
O encontro pretende buscar ações concretas para a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial e viabilizar a participação do movimento social de mulheres negras e homens negros do Rio Grande do Sul nas atividades da Marcha Zumbi+ 10 prevista para novembro, em Brasília/DF.
Os participantes vão pontuar ainda sobre cotas nas áreas da educação e do trabalho; escolas públicas de qualidade; titulação de terras para os quilombolas; inclusão da história e cultura da África e da população afro-brasileira nos currículos escolares por meio da lei 10.639/2003; o desenvolvimento de políticas de segurança pública para a juventude; implementação de uma política nacional que inclua nos programas de saúde do SUS a doença Anemia Falciforme cuja incidência é maior entre a população negra; respeito às religiões de matrizes africanas e políticas públicas para as mulheres negras.
O III Seminário Estadual “Caminhando para a Igualdade Racial” focará, também, o Estatuto da Igualdade Racial, ora tramitando no Congresso Nacional, observando estratégias para a sua aprovação com o devido financiamento.
O Senador Paulo Paim e o deputado Edson Portilho participam do painel “Estatuto da Igualdade Racial: Instrumento de promoção da comunidade negra” marcado para às 14h30min.
A organização do III Seminário está trazendo o empresário, cantor, apresentador de TV e ativista negro, José de Paula Neto, o Netinho, idealizador do projeto “TV da Gente”, primeira emissora de televisão brasileira, em canal aberto, a ser dirigida por negros.
Este canal entrará no ar no Dia Nacional da Consciência Negra, 20 de Novembro, e seu lançamento oficial ocorreu por ocasião da realização da I Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial, no mês de julho, em Brasília/DF.
Netinho vem para falar desse seu projeto. A “TV da Gente” tornou-se possível, segundo ele, através de parcerias públicas e privadas e dará visibilidade à população negra brasileira bem como criará um mercado publicitário voltado para afro-brasileiros.

Da Redacao