Salve, salve
Na frase do parlamentar filho de São Vicente e com a vida política fincada na cidade de Santos, onde foi Vereador, que o elegeu por duas vezes Deputado Estadual e Prefeito da terra de Brás Cubas, impedido de tomar posse por um ato discricionário em 1969, prestamos nossa homenagem a então militante da entidade que se reunia num espaço cedido pela antiga Rádio 9 de Julho, no centro da capital paulista, EUNICE APARECIDA DE JESUS, hoje com o acréscimo de PRUDENTE ao seu nome, a primeira mulher negra a assumir o cargo de Secretária de Justiça e Cidadania do governo do Estado de São Paulo, por indicação do ex-governador Geraldo Alckmin e referendo do novo governador paulista, Cláudio Lembo, professor universitário como a nova Secretária, que iniciou seus estudos de Direito na USP tornando-se posteriormente Lente da tradicional “Arcadas” do Largo de São Francisco.
Que o Altíssimo seja o seu guia maior em sua nova função, com os aplausos dos que tiveram a satisfação de desfrutar do seu convívio desde os tempos da gloriosa Casa da Cultura Afro-Brasileira.
*****
Alô, Alô
Se a ANATEL fosse um órgão regulador e fiscalizador competente e agisse com seriedade, seus dirigentes deveriam pedir demissão e empresas como a paelleira Telefônica seriam fechadas, esta, por se mostrar completamente incompetente para gerir os serviços telefônicos em todo o Estado de São Paulo, onde em cada 10 telefones públicos 9 não funcionam, sem contar os outros péssimos, péssimos mesmo, “serviços” que oferece a população que pretende ser usuária satisfeita com a telefonia, que é cobrada e paga caro. Em qualquer país do mundo o toque característico de quando você liga para um telefone que está ocupado é o tum, tum, tum. Em São Paulo a Telefônica colocou uma irritante voz para lhe informar que o aparelho está ocupado. E cobra pela informação. Os nobres parlamentares federais, principalmente os que integram as Comissões de Comunicações das duas casas do Congresso Nacional, mesmo convidados a defender os interesses e direitos da população, estão como a empresa sediada em São Paulo “ocupados”.
*****
Conceito de decoro
O ex-deputado federal gaúcho Aloísio Paraguassu, que teve a infelicidade de ter os pés muito grandes que desmanchavam os calçados que tentava usar e que por este motivo só usava sandálias, surgiu um dia no Plenário da Câmara sem uma indumentária regimentalmente exigida, a gravata, tendo que enfrentar um pedido de falta de decoro parlamentar contra sua pessoa, para que seu mandato fosse cassado. Nos dias de hoje uma parlamentar paulista e petista, transforma o Plenário em Salão de Baile e ninguém quer cassar o seu mandato, ao contrário, recebe aplausos e sorrisos concordantes de alguns de seus pares, fascinados com seu bailado.
Amigado com fé …
As declarações que ouvimos sobre personalidades do nosso país, muitas vezes nos surpreendem e revelam fatos jamais imaginados pelo mais humilde dos mortais, como as do senador tucano peemedebista João Batista Motta, falando de preconceito e elogiando a ministra Ellen Gracie, do STF, durante sabatina a que ela se submeteu no Senado para ter seu nome aprovado para presidir o Conselho Nacional de Justiça: > “Desde que Pelé foi esposo de Xuxa todos têm preconceito no Brasil.”
*****
Papo firme
“Pensar na política hoje no Brasil causa mais tristeza e pessimismo do que conversar com esses jovens desesperançados pelo Brasil, ver eles morrer. Os políticos que foram eleitos deveriam voltar seus mandatos para reverter as injustiças sociais, mas 95% deles não pensam e não querem fazer nada, mas se no entender de alguns governantes alguma coisa está sendo feita, a realidade mostra que é muito pouco”. Rapper carioca MV-Bill, autor do documentário “Falcão, Meninos do Tráfico”, a história de um exército de crianças que ganham ou perdem a vida nesse mundo de favelas brasileiras, exibido no último dia 19 no Fantástico, o “show da vida”, após audiência com o Presidente Lula, na qual convocou o mandatário do país para sair da periferia dos problemas nacionais e enfrentar a realidade dos problemas sociais com pulso firme para resolve-los.
*****
Benvindas ao Poder
O novo governador Cláudio Lembo, ampliou a presença de mulheres no primeiro escalão administrativo do Estado de São Paulo, pois além da Cel.PM Fátima Ramos Duarte, que permanece na Chefia da Casa Militar, ingressam Eunice Aparecida de Jesus Prudente, na Secretaria de Justiça e Cidadania; Maria Helena Guimarães de Castro, na Ciência e Tecnologia e Maria Lucia Marcondes Carvalho Vasconcelos, na Educação.
*****
Eriberto França, o motorista da era Collor, derrubou o governo literalmente. Francenildo Costa, deixou para o povo a função de derrubar o governo Lula nas urnas de outubro, mas moralmente este governo está liquidado.
*****
Cabará da Raça
O Bando de Teatro Olodum, que desde o dia 28 último participou das comemorações do Dia Mundial do Teatro, encerrou sua temporada em Angola ontem (1/4), apresentando a comédia musical Cabaré da Raça que fala sobre a situação dos negros no Brasil. O grupo baiano que viajou para Luanda a convite do Ministério da Cultura daquele país, se apresentou na Liga Angolana de Amizade e Solidariedade com os Povos (LAASP), entidade que desenvolve programas destinados à elevação do nível cívico/educativo e cultural da população angolana.
*****
Ferido de morte
O Presidente Lula, está torcendo para que a ex-prefeita paulistana Marta Suplicy, seja derrotada na prévia do seu partido para a escolha do candidato partidário ao governo de São Paulo e joga todas suas fichas no nome do filho do general Muniz Oliva, Aloízio Mercadante, para derrota-la. Aliás, ultimamente a figura maior petista não pode nem ouvir falar a palavra Suplicy, desde o momento que o senador Eduardo Matarazzo decidiu com seu voto de Minerva pelo depoimento do caseiro Francenildo na CPI dos Bingos, sem contar que na seqüência, foram alguns ex-assessores da ex-prefeita incrustados na CEF, que mais trabalharam para consumar a quebra ilegal e imoral do sigilo bancário do cidadão piauiense.
*****
Passado Orgulhoso
“O 31 de Março insere-se, pois, na História pátria e é sob o prisma dos valores imutáveis de nossa Força e da dinâmica conjuntural que o entendemos. É memória, dignificado pelo incontestável apoio popular, e une-se vigorosamente, aos demais acontecimentos vividos, para alicerçar, em cada brasileiro, a convicção perene de que preservar a democracia é dever nacional”. General Francisco Albuquerque, Comandante do Exército, na Ordem do Dia do último dia 31, ao ensejo da passagem do 42o aniversário do Movimento de Março de 64.
*****

Antonio Lucio