Barcelona – Os episódios de racismo cada vez mais freqüentes nos estádios da Espanha provocaram o surgimento da Associação Cartão Vermelho – entidade dedicada a luta contra o racismo no esporte lançada esta semana.
A entidade pretende mobilizar clubes e atletas contra o racismo e conduzir ações legais necessárias contra a discriminação. Segundo Carlos Nuñez, presidente da entidade, será “pedido o fechamento dos estádios onde se escutarem cantos racistas”.
Por outro lado, o governo espanhol, aprovou na semana passada um projeto de lei destinado a combater o racismo no esporte, prevendo sanções reforçadas e registros de torcedores extremistas.
O presidente da Cartão Vermelho Internacional – uma organização já presente em oito países -, o britânico Roddy McNulty, comparou os incidentes racistas atuais nos estádios espanhóis à situação que existia há 15 anos no Reino Unido.
A Fifa também aprovou medidas disciplinares contra o racismo, como a retirada de pontos dos clubes.

Da Redacao