S. Paulo – Cerca de 16 mil pessoas deverão participar da Feira Preta, que acontece neste final de semana (13 e 14/12) das 12h às 22h, no Palácio das Convenções do Anhembi. Esta é a sétima Edição da Feira, que já reuniu nos seis anos de realização, cerca de 57 mil pessoas, segundo a organizadora Adriana Barbosa.
O tema deste ano será “Qual o espaço da cultura negra hoje?”, com ênfase à participação da mulher negra e presença já confirmada de artistas plásticas, escritoras, cineastas, religiosas, estilistas e dançarinas que se reunirão para celebrar a cultura afro-brasileira.
“A estrutura da família afro-brasileira é matriarcal. São elas que sustentam a maioria dos oito milhões de afro-descendentes que estão na classe média. Acreditamos que a identidade da mulher negra passa por um processo de redefinição, rompendo barreiras que a limitam a determinados espaços e se redescobrindo como cidadã, contra todos os paradigmas pré-estabelecidos”, afirma Adriana. Cada um dos 128 expositores pagou R$ 400,00 por cada estande. A entrada fica em R$ 10,00.
Música e Arte
Também estão previstas apresentações de Dona Ivone Lara, do cantor Walmir Borges e da banda colombiana Chocquitbtown. Durante os dois dias haverá teatro, rodas de dança interativa e de samba e oficinas de reciclagem, de máscaras africanas, tambores e de hip hop. Exposições, saraus literários, mostra de filmes e aulas de samba-rock fazem parte da programação.
Na Passarela do Povo, os visitantes é que vão ditar as tendências da moda, desfilando com roupas e estilos de penteado próprios. No Palco Alternativo, o espaço estará livre para experiências sonoras e artistas independentes. E no Púlpito da Preta, o microfone ficará aberto para expressão de idéias.
Preta Pretinha
As irmãs Joyce, Lúcia e Cristina Venâncio, idealizadoras da Preta Pretinha – empresa especializada na confecção de venda de bonecas negras – estão encarregadas da brinquedoteca e da parte de ludoterapia. “Nós resolvemos ficar com o espaço lúdico porque é importante tratar disso na vida da criança e sabemos que isso traz benefícios à sua auto-estima”, afirma Lúcia.
Na linha de aprofundar a reflexão e a discussão sobre empreendedorismo, pela primeira vez, a Feira promoverá palestras à cargo do Programa Qualifica. A idéia é dar subsídios para técnicas de produção, venda e administração e ao aprimoramento do trabalho de empreendedores negros ou que trabalham com produtos voltados para esse segmento étnico, além de criar uma ponte com grandes empresários.
O caso da Preta Pretinha é um exemplo de como tem crescido o ramo de negócios e empreendimentos negros. De uma empresa familiar dedicada apenas a bonecas negras, as irmãs Venâncio expandiram os negócios para o ramo da diversidade e hoje já é possível encontrar na loja da Rua Aspicuelta, na Vila Madalena, linhas com bonecas gordinhas, cadeirantes, Síndrome de Down, amputadas, muçulmanas, ciganas, GLS, etc. “Não segregamos e fugimos de estereótipos. A burca da nossa muçulmana não é preta, mas toda colorida”, explica Lúcia.
Na loja ainda é possível encontrar um Papai Noel negro ou oriental a preços que variam entre entre R$ 10 e R$ 98. Depois da vitória de Barack Obama, como presidente dos EUA, aumentou o interesse das pessoas por produtos negros, segundo Lúcia. “Parece que o mundo enegreceu”, afirma.
Confira a programação completa:
SÁBADO, 13 DE DEZEMEBRO
Palco da Preta (Hall Viveiro)
Mestre de Cerimônia Max (Grupo DMN)
Teatro e Sire religioso infantil com as crianças da Associação cultural Afro Ogum L’ Ade
Grande Roda de Danças Interativas com o Grupo Afro Umoja
Discotecagem DJs MF e Puff
Festa do DJ Hum
Show Internacional com a Banda Colombiana Chocquibtown
Degustasom Boteco Vila do Samba (Hall Externo)
Roda de Samba com os Amigos do João e convidados
Oficinas Culturais (Hall Nobre)
Oficina de Reciclagem
Brinquedoteca Preta Pretinha
Oficina de Máscaras Africanas
Oficina de Tecido Afros – Jaergerton
Oficina de Hip Hop
Oficina de Tambores com o Percussionista Zé Benedito
Exposições Permanentes
Prêmio Educar pela Igualdade Racial – CEERT
Telas do Artista Plásticos Guilherme Scabim
Exposição interativa cultural e educativa sobre a religião Nagô (Candomblé)
Cultura Livre (atividade interativa)
Intervenções Culturais
Sarau literário
Palco FNAC (Experimentações Sonoras)
Performance de DJ + Tambores + Artes Plásticas (Guilherme Scabin)
Discotecagem DJ Vivian Marques
Intervenções Eletrocooperativa
Sala Reflexão
Roda de Conversa sobre Diversidade, Empreendedorismo e Juventude
Filmes
Mostra Marco Universal – (Comemoração aos 60 Anos da Declaração dos Direitos Humanos) Parceria Centro Cultural da Espanha
Baile – Quilombhoje
DOMINGO, 14 DE DEZEMBRO
Palco da Preta (Hall Viveiro)
Ato Ecumênico Inter-religioso, seguida de intervenção religiosa com as crianças
Discotecagem com Tony Hits e aula de samba-rock com prof. Moskito
Intervenção com desfile do público da Feira Preta
Show Walmir Borges
Show Dona Ivone Lara
Escola de Samba Tom Maior
Degustasom Boteco Vila do samba (Hall Externo)
Roda de Samba com os Amigos do João e convidados
Oficinas Culturais (Hall Nobre)
Oficina de Reciclagem
Brinquedoteca Preta Pretinha
Oficina de Máscaras Africanas
Oficina de Tecido Afros – Jaergerton
Oficina de Hip Hop
Oficina de Tambores com o Percussionista Zé Benedito
Exposições Permanentes
Prêmio Educar pela Igualdade Racial – CEERT
Telas do Artista Plásticos Guilherme Scabim
Exposição interativa cultural e educativa sobre a religião Nagô (Candomblé)
Cultura Livre (atividade interativa)
Intervenções Culturais
Sarau literário Elizandra e Akins
Tarde de autógrafos com a cantora Paula Lima
Palco FNAC (Experimentações Sonoras)
Performance de DJ + Tambores + Artes Plásticas (Guilherme Scabin)
Discotecagem com DJ Puff
Intervenção Eletrocooperativa
Filmes
Zumbi Somos Nós
Iyalode – Damas Sociedade
Mostra Marco Universal (Parceria Centro Cultural da Espanha)
Obras Raras – O Cinema Negro da Década de 70
Serviço
Preta Pretinha: R. Aspicuelta, 474 – Vila Madalena, tel.: (11) 3812-6066.

Da Redacao