Genebra/Suiça – A Fifa – entidade máxima do Futebol mundial – voltou atrás e não punirá mais com a perda de pontos os clubes quando apenas seus torcedores se envolverem em incidentes racistas nos estádios.
O presidente da entidade, Joseph Blatter disse que as punições serão aplicadas apenas quando envolverem jogadores, técnicos ou funcionários dos clubes identificados. Ele justificou o recuo: não seria possível perceber nem distinguir os casos quando os torcedores quiserem apenas prejudicar os clubes rivais.
O novo Código da Fifa, com normas rígidas de combate ao racismo no futebol, já valerá para as competições da Copa do Mundo na Alemanha.

Da Redacao