S. Paulo – O diretor executivo da Educafro, principal Rede de Cursinhos para Negros no país, Frei David Raimundo dos Santos Off, declarou voto à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no painel aberto pelo jornal Folha de S. Paulo para declaração de personalidades sobre as eleições de 1º de outubro.
Na declaração Frei David justifica dizendo que “mais de 150 mil afro-brasileiros ingressaram em universidades no Governo Lula”. No início do ano, o principal líder da Educafro participou de reuniões com o ministro da Educação Fernando Haddad, que resultaram no anúncio pelo Governo da proposta de implementar cotas em seis anos.
Posteriormente essa proposta foi retirada pelo ministro da reforma universitária sem quaisquer explicações e o Governo passou a falar em cotas sociais e não mais raciais.
Anunciada a pesquisa DataFolha, o próprio Lula publicamente defendeu a reserva de vagas nas universidades para negros e indígenas. No momento, o Governo continua falando em cotas sociais e ainda não definiu, em caso de reeleição, como se posicionará em relação ao Estatuto da Igualdade Racial e ao PL 73/99, em tramitação no Congresso e com votação prevista para o próximo ano.
“Quando vejo que 65% da população aprova cotas para negros, entendo porque 55,5% dos afro-brasileiros apóiam Lula, dentre eles me incluo”, concluiu.

Da Redacao